Na véspera da chegada de Bolsonaro, Polícia Federal o intima a depor sobre joias

Ex-presidente chega a Brasília nesta quinta-feira (30/3) por volta das 07h10. Além do inquérito na PF, outro processo está correndo no TCU sobre o mesmo tema, além da Comissão de Ética Pública da Presidência da República

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) retorna ao Brasil nesta quinta-feira (30/3) e já receberá uma intimação da Polícia Federal para depor sobre as famigeradas joias que recebeu durante seu governo.

Ele e seu antigo ajudante de ordens, tenente-coronel Mauro Cesar Lourena Cid, deverão ser ouvidos no inquérito que apura possíveis crimes no caso que envolve o recebimento de presentes de nações árabes.

A previsão é que os dois sejam ouvidos na quarta-feira (5/4), informa a CNN. Além do inquérito na Polícia Federal, um outro processo está correndo no TCU (Tribunal de Contas da União) sobre o mesmo tema. A Comissão de Ética Pública da Presidência da República também apura o caso.

O voo de Bolsonaro está previsto para desembarcar às 7h10, em Brasília

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.