Maia diz que Bolsonaro traria inflação de volta ao criar moeda ‘Peso-Real’

O presidente da Câmara dos Deputados postou, em seu perfil no microblog Twitter, sua indignação com mais um ‘vômito’ de Bolsonaro, que sugeriu a criação de uma moeda de integração entre Brasil e Argentina: o ‘Peso-Real’

Após o jornal O Globo noticiar ontem (6) a sugestão do Presidente JairBolsonaro, em sua visita à Argentina e ao lado do mandatário Mauricio Macri, que disse que o Brasil e nosso vizinho poderiam ter em comum uma moeda que se chamaria Peso-Real, Maia afirmou sugestivamente que nossa moeda perderia seu valor e a inflação retornaria:

Será? Vai desvalorizar o real? O dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não.“, postou Rodrigo Maia, hoje (7) pela manhã.

Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, disseram aos empresários argentinos e brasileiros, reunidos na tarde de ontem (6) em Buenos Aires, que “o Brasil e a Argentina pretendem avançar com a proposta de criar uma moeda comum que se chamaria “peso real”.

Graças à proximidade ideológica dos dois países, a tendência é alinhar as políticas macroeconômicas até chegar a moeda comum, uma proposta que já chegou a ser amplamente discutida em governos anteriores.

Paulo Guedes (ministro da Economia) nada mais fez do que dar um primeiro passo no sonho de ter uma moeda única na região do Mercosul, o peso real. Como aconteceu com o euro lá trás pode acontecer com o peso real aqui, pode… meu forte não é economia — disse Bolsonaro após o encontro com empresários.

Nós acreditamos no feeling, na bagagem e conhecimento e no patriotismo do Paulo Guedes nessa questão também. Em todo casamento todo mundo perde alguma coisa e ganha outras, eu sou pelo casamento – continuou.

O euro foi implementado em 19 dos 28 países da União Europeia após um longo processo de convergência econômica. Brasil e Argentina, porém, têm indicadores muito díspares .

Após as declarações de Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou no Twitter a proposta de uma moeda única .

O ministro Paulo Guedes, por sua vez, afirmou que a proposta de uma divisa comum é só “uma idéia” , que só seria viável a longo prazo. 

Leia mais aqui

Et Urbs Magna via Twitter / O Globo

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.