Macron: “Depender da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”

12/01/2021 1 Por Redação Urbs Magna

O presidente da França defendeu a produção da própria soja na Europa como resposta à destruição do bioma: “Quando importamos da floresta destruída no Brasil, não estamos sendo conscientes para dizer que somos contra”, afirmou em vídeo

O presidente da França, Emmanuel Macron, postou, em seu perfil do Twitter na tarde desta terça-feira (12), um vídeo de uma conversa no interior de uma loja onde ele argumenta que a dependência francesa e européia da soja brasileira é um erro porque estimula o desmatamento da Amazônia.

Para Macron, “quando importamos soja extraída da floresta destruída
no Brasil não estamos sendo consistentes para dizer que somos contra as queimadas e destruição, mas sim vivendo as consequências disso”, disse na gravação.

O presidente francês acrescentou que “a maneira concreta de colocar fim a isso não é apenas falar, mas fazer”.

“Hoje, precisamos da soja brasileira para viver, mas podemos produzir soja europeia equivalente ao nosso modelo de remarcação. Isso a Europa que nos permite”.

A área plantada em desacordo com a Moratória da Soja no Bioma Amazônico cresceu 23% em 2019/20 na comparação com o ciclo anterior, para 108,4 mil hectares, apontou no mês passado a associação da indústria Abiove.

Esse crescimento foi o menor de um ano para o outro desde 2012/13, quando os dados de satélites tornaram mais preciso o monitoramento do avanço da soja na Amazônia, destacou o gerente de sustentabilidade da Abiove, Bernardo Pires, durante evento com jornalistas.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.