Lula lê carta do neto, que resume a falta de esperança da juventude brasileira

12/08/2020 2 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

“Não temos educação, não temos empregos de qualidade, não temos nenhuma perspectiva de nos aposentar e o cenário fica muito mais desesperador”

Lula lê carta do neto, que resume a falta de esperança da juventude brasileira e diz que desde os governos petistas até então, os sonhos de um futuro garantido se esvaem ante as dificuldades que se acumulam e parecem irreversíveis: “Não temos educação, não temos empregos de qualidade, não temos nenhuma perspectiva de nos aposentar e o cenário fica muito mais desesperador“.

O ex-presidente Lula inicia o vídeo dizendo que se encontrou com seu neto e pediu ideias para um texto que gostaria de escrever sobre os anseios da juventude na atualidade. Então, Tiago, seu neto, atendendo ao pedido do avô, escreve uma carta, mas Lula decide levar o conteúdo em sua íntegra ao público e lê toda a composição, emocionado porque “é autêntica”.

Tiago diz, na carta, que hoje as questões que dominam os sentimentos dos jovens concentram-se em temas como ‘Esperança’, ‘drogas’, ‘protagonismo’, ‘individualidade’ e ‘quebra de tabus’.

O neto de Lula diz que a ‘esperança’ de hoje não é semelhante à da campanha de seu avô em 89 e que atualmente a espectativa de futuro é aterrorizante porque o Brasil vive um ciclo “que rouba nosso sonho”.

Tiago diz que o desemprego e a perda da renda fazem com que os jovens se vejam obrigados à escolha de “um trabalho qualquer para complementar renda” restando poucas opções, como os aplicativos, e que o acesso a Educação se tornou restrito desde o governo do avô. “Não temos educação, não temos empregos de qualidade, não temos nenhuma perspectiva de nos aposentar e o cenário fica muito mais desesperador“, diz o neto de Lula.

Assista à íntegra da leitura da carta do neto de Lula:

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe