LULA estará “na porta da fábrica” para anunciar reajustes na contribuição dos trabalhadores ao IR

Ex-presidente prometeu menos descontos para a classe, caso se confirme tendência de vitória apontada em todas as pesquisas de intenções de voto

LULA afirmou, nesta sexta-feira (5/7), que o país voltará a ser comandado pela classe trabalhadora e prometeu promover ajustes no imposto de renda dos contribuintes, caso se confirmem nas urnas a tendência de vitória apontada em todas as pesquisas de intenções de voto para a eleição presidencial de outubro.

A classe trabalhadora vai voltar a dirigir o país, afirmou LULA, que garantiu que estará na porta da fábrica para anunciar os reajustes necessários no imposto de renda. 

No lançamento do livro ‘Quatro décadas com Lula: O poder de andar junto’, de Clara Ant, e do documentário ‘Bastidores da Vitória’, de Luciana Sérvulo, LULA falou sobre as conquistas de seu governo na área econômica, como a redução da taxa de juros, da inflação e do desemprego.

O ex-presidente lembrou que o salário mínimo tinha uma regra de correção acima da inflação e criticou as mudanças nas leis trabalhistas que fragilizaram os direitos dos trabalhadores depois que o PT deixou o governo, conforme mostra matéria no jornal Folha de S. Paulo.

A situação do país agora é pior do que a de 2003, quando assumiu a Presidência da República pela primeira vez, repete LULA. “Vocês sabem perfeitamente bem que esse país tinha mudado“, afirmou.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.