Leite Moça: “Enfia no rabo de vocês”, diz o Presidente da República Federativa do Brasil

27/01/2021 1 Por Redação Urbs Magna

“Em 2014, a Dilma comprou mais leite condensado do que eu”, disse Bolsonaro em evento com artistas numa churrascaria em que todos se aglomeraram sem o uso de máscaras. “Vai pra PQP” e “imprensa de Merd* essa daí” foram outras expressões de baixo calão utilizadas pelo chefe do Executivo

Imagem reprodução | Crédito: @sampancher

“Quando eu vejo a imprensa me atacar dizendo que eu comprei dois milhões e meio de latas de leite condensado, vai pra PQP, pô!”, disse Jair Bolsonaro causando manifestações de aplausos e gritos do público presente em evento privado numa churrascaria.

“Imprensa de merd* essa daí”, seguiu dizendo após brecha do ‘louvor’ de seus seguidores.

“É pra enfiar no rabo de vocês aí. Vocês não. Vocês da imprensa. Essa lata de leite condensado”, afirmou surpreendentemente o presidente da maior economia da América Latina.

A partir de então, seus apoiadores foram ao delírio e iniciaram o tradicional coro “Mito! Mito!” com intensificação dos aplausos, em um ambiente fechado onde, curiosamente, todos se aglomeravam sem que fosse notado o uso de máscara contra o coronavírus nos inúmeros participantes do evento.

“Não é pra presidência da República, essa compra de alimentos”, continuou Bolsonaro. “Até porque nossa fonte é outra”.

“Dá pra alimentar 370 mil homens do Exército Brasileiro. E também programas de alimentação via Ministério da Cidadania. Também alimentação via Ministério da Educação. Entre tantos e tantos outros”, afirmou o presidente.

“Essas afirmações levianas não levam a lugar algum. E se me acusam disso, é sinal que não têm do que me acusar”, disse.

“Me acusam de ter comprado R$ 4 milhões de chicletes. E quem já esteve no Exército, já teve um catanho. O pessoal sabe o que é catanho, quem serviu. Tem um chicletinho lá dentro. Isso não é mordomia, é privilégio”, disse Bolsonaro defendendo a compra milionária divulgada pela imprensa.

“E deixar bem claro: amanhã na live, junto com o ministro Wagner Rosário, da CGU, vamos demonstrar tudo isso. Inclusive que em 2014, a Dilma comprou mais leite condensado do que eu”, comunicou sobre sua habitual transmissão via redes sociais que acontece todas as quintas-feiras, no início da noite.

Ao mencionar o nome da ex-presidente, o público caiu na gargalhada e novos aplauso foram ouvidos.

Ao lado do presidente estava o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que fitava o chefe do Executivo com admiração indisfarçável.

Assista ao vídeo compartilhado pelo perfil, no Twitter, @sampancher:

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.