“Jornalismo vagabundo” do Estadão, em ataque a LULA: “Desespero; quase 30 anos sem eleger tucano”, diz leitor

24/10/2021 1 Por Redação Urbs Magna
“Jornalismo vagabundo” do Estadão, em ataque a LULA: “Desespero; quase 30 anos sem eleger tucano”, diz leitor

Imagem reprodução Twitter mostra diálogos entre usuários da mídia social contra o editorial do jornal Estadão [O Estado de São Paulo], publicado neste domingo (24), que claramente destina-se à manipulação da opinião pública contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva, e cujo texto é considerado “vagabundo” pelo portal Jornalistas Livres


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

O jornal foi chamado de “Panfletão” no Twitter, onde os usuários estão incrédulos com o editorial venenoso e a nova tentativa de manipular a opinião pública

Em forte ataque a LULA neste domingo (24), o Estadão (O Estado de São Paulo) chama o ex-presidente de “diabo“, diz que ele “não desiste” e que nem o PT “se desculpa por seus erros“.

O jornalão do golpe prossegue afirmando que “aqueles [erros] que o partido não pretende repetir, julga poder apagar.

Por conta do texto, usuários da mídia social Twitter respondem ao fogo com fogo. Um perfil 1 afirmou que o editorial é “desespero” de quem está há “quase 30 anos sem eleger tucano pra presidência.”

Em resposta ao perfil 1, um perfil 2 diz que não consegue “ter nem reação a isso. Nojento. Já estão com a escolha muito difícil feita e assinada“.

O perfil 1 treplica: “Vão repetir 2018 e dizer foda-se pras milhões de vítimas desse governo“, diz referindo-se a tudo o que vimos de mais perverso da mídia golpista e de outras, no último pleito presidencial.

Já o perfil oficial do Jornalistas Livres afirmou que o Estadão tem um “jornalismo vagabundo” e comparou o editorial deste domingo com a matéria da Folha deste sábado (23): um estudo sobre a queda da desigualdade de renda no Brasil entre 2002 e 2015“, mas “sem citar Lula e Dilma“.

Os editores do portal progressista considerou que o jornal “bate pesado no PT“.

No editorial deste domingo, volta a demonizar Lula e faz nova versão do “Uma escolha difícil”, escrevem no Twitter.

Mas, “2022 tá aí“, diz a mensagem do ‘Jornalistas‘ no tuíte, sugerindo que não dá mais tempo de tirar Lula da cadeira presidencial.

JORNALISMO VAGABUNDO

Vídeo relacionado:

Comente