Isso é Brasil: polícia protege fascistas e ataca com bombas as torcidas pró-democracia

31/05/2020 2 Por Redação Urbs Magna

Et Urbs Magna – “Por que a polícia ataca manifestantes pró-democracia e nada faz contra as aglomerações dos fascistas que atentam contra as instituições, especialmente em Brasilia?” A argumentação também foi feita pelo advogado Leonardo Palhano em seu perfil social do microblog Twitter sobre a repressão da PM às torcidas de São Paulo neste domingo (31).

Junte-se a 37.016 outros assinantes

Neste domingo (31) a polícia de São Paulo dispersou uma verdadeira turba de integrantes de quatro torcidas organizadas que foram à avenida paulista para um ato em favor da democracia e contra o fascismo insuflado pelo populismo de Bolsonaro. Os bolsonaristas têm feito diversos protestos contra as instituições brasileiras nos últimos dias.

Assista ao movimento das torcidas:

O YouTuber e empresário Felipe Neto postou um vídeo de uma cena em que inacreditavelmente um policial protege uma mulher bolsonarista violenta que usava um taco de baseball durante os confrontos com os ativistas das torcidas organizadas.

Durante a escolta à fascista, que usava uma camiseta com os dizeres “Fascista É O UC Da Tua Mãe“, além de uma bandeira dos EUA enrolada no rosto como máscara, um grupo de simpatizantes dos movimentos democráticos da Paulista seguiram o policial questionando-o: “Se o manifestante do outro lado fosse pego com isso, policial? Isso é arma branca!”

Felipe Neto disse que “não se dialoga com fascista” acrescentando que seu lugar é “na cadeia. Se a policia se recusa a prender e quem está no poder defende o fascismo, é necessário fazer o que for preciso“.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é ET-URBS-MAGNA-LARANJA-um2-1024x1024.png
TELEGRAM:
Acesse e siga NOSSO CANAL
Receba nossas Newslleters gratuitamente
Não tem o aplicativo? ACESSE AQUI e Saiba por que o TELEGRAM é 10 vezes melhor que o WHATSAPP

𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.