Ipespe mostra que LULA pode encerrar eleição com vitória já no 1º turno e Bolsonaro mais cadente

O ex-presidente LULA é carregado por populares no ABC Paulista. Foto de Leonardo Benassatto / Reuters. Ao fundo, o presidente Jair Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria, e o ex-juiz Sergio Moro | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

A pesquisa mostra que enquanto a estrela de LULA aumenta o brilho, o atual presidente, o ex-juiz Sergio Moro e o governador João Doria são os candidatos mais rejeitados do Brasil

Nova pesquisa Ipespe, contratada pela XP Investimentos e divulgada nesta quinta-feira (27), mostra que o ex-presidente Lula (PT) segue na liderança da corrida presidencial com 44% das intenções de voto, podendo encerrar a eleição de outubro já no primeiro turno, enquanto o atual presidente, Jair Bolsonaro, Sergio Moro e João Doria são os candidatos mais rejeitados do Brasil.

Os “inimigos de LULA” têm, somados, 45% das intenções de voto, o que dá a LULA uma vantagem descomunal sobre Bolsonaro (PL) com 24%, Sergio Moro (Podemos) com 8%, Ciro Gomes (PDT), com 8%, João Doria (PSDB) com 2%, e Simone Tebet (MDB) e Alessandro Vieira (Cidadania) com 1%. O último colocado, Felipe D’Ávila (Novo), nem pontuou.

O instituto provocou os entrevistados com o seguinte pedido: “para cada um desses nomes diga se com certeza votaria nele para Presidente, se poderia votar, se não votaria de jeito nenhum ou se não o conhece o suficiente para avaliar“. O resultado foi Bolsonaro encabeçando o ranking dos mais rejeitados, com 64% afirmando que não votariam nele “de jeito nenhum”. Na sequência aparecem João Doria (57%) e Sergio Moro (53%).

O ex-presidente Lula (PT) registrou uma rejeição de 43% e Ciro Gomes de 42%. Mas, por outro lado, atingiu até 44% das intenções de voto. Em um cenário, por exemplo, sem o ex-juiz Sergio Moro na disputa, Bolsonaro oscila dois pontos percentuais para cima (26%), Ciro Gomes vai para 9%, Doria para 4% e LULA aponta com 44%.

Nos cenários projetados de segundo turno, Lula vence todos os outros candidatos e Bolsonaro é superado. No segundo turno mais provável, entre Lula e Bolsonaro, o petista registra 54% das intenções de voto e o atual chefe do governo somente 30%.

 

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.