Heleno é um espião que faz relatos sobre Bolsonaro para militares

26/09/2020 0 Por Redação Urbs Magna

O ministro se encontra uma vez por mês com generais, brigadeiros e almirantes para informar sobre a família e os rumos do governo

Segundo Guilherme Amado, Augusto Heleno retomou há algumas semanas um de seus programas favoritos desde que ganhou o status de ministro. Uma vez por mês, desde o começo do governo, Heleno se reúne com generais, brigadeiros e almirantes de sua geração, todos da reserva, numa casa em Brasília, onde, entre uísques e baforadas, o general dá um briefing de para onde está indo o governo e sobre o que vem se passando no Planalto e na família Bolsonaro.

Os encontros estavam suspensos desde março, por causa do coronavírus. Mas agora, embora Heleno ja tenha sido infectado e a maioria dos presentes não, as reuniões voltarão a ser mensais. Na última, houve os costumeiros abraços e apertos de mão. Só não teve máscara.

O general, que tem posições claramente críticas com relação às políticas oficiais, particularmente no que se refere à atitude da comunidade internacional com relação ao Haiti e à política indigenista do governo brasileiro, é chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

De acordo com o DCM, Heleno foi um dos autores do “discurso mentiroso” de Bolsonaro na ONU, juntamente com outros três auxiliares: Filipe Martins, Ernesto Araújo e do secretário especial de Assuntos Estratégicos, almirante Flávio Augusto Rocha.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.