Governo tenta acabar com repasse obrigatório de royalties do petróleo para Saúde e Educação

14/11/2019 1 Por Redação Urbs Magna
Governo tenta acabar com repasse obrigatório de royalties do petróleo para Saúde e Educação

Lei na mira da gestão Bolsonaro foi resposta direta do Planalto e Congresso aos protestos de 2013


Ao entregar a PEC do Pacto Federativo ao Congresso, o governo tenta acabar com o repasse de 75% dos royalties do petróleo para a educação , e 25% para a saúde.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é ET-URBS-MAGNA-LARANJA-um2-1024x1024.png
Telegram
Receba nossas Newslleters
gratuitamente. Acesse e siga
NOSSO CANAL
Não tem o aplicativo? ACESSE AQUI e
Saiba por que o TELEGRAM é 10 vezes
melhor que o WHATSAPP
Acompanhe as publicações do
ET URBS MAGNA no FACEBOOK
(CURTA AQUI)
Utilize o espaço abaixo que reservamos
para você fazer comentários. Role a página
e comente sobre este assunto.
Os comentários não representam a opinião
do ET URBS MAGNA. A responsabilidade
é do autor da mensagem.




A lei do Fundo Social do Pré-sal, que define esses repasses , foi uma resposta direta do Planalto e do Congresso às manifestações de 2013. Foi sancionada durante os protestos

A equipe econômica propôs acabar com essa lei.




Procurado, o Ministério da Economia afirmou que os gastos mínimos com Saúde e Educação continuo garantidos pela Constituição e que tais áreas não serão prejudicadas de forma alguma, nem a União, nem nos Estados e Municípios.

Anúncios