Governo Bolsonaro tá tão radical que Michel Temer pede que “amigos do MBL” liderem um processo para acalmar o país

17/11/2019 1 Por Redação Urbs Magna


No entanto, o próprio MBL se reconhece como um dos responsáveis por “abrir a caixa de Pandora de um discurso polarizado” no país


O ex-presidente Michel Temer (MDB) foi um dos principais convidados a discursar no 5º Congresso Nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), neste sábado (16). No evento, Temer pediu que o movimento liderasse um processo de pacificação do país para equilibrar a “polarização”.

“O MBL poderia, com essa juventude toda, com natural entusiasmo, encabeçar um movimento pela tranquilização do país”, afirmou no segundo dia de evento. No entanto, o próprio MBL se reconhece como um dos responsáveis por “abrir a caixa de Pandora de um discurso polarizado” no país.

O ex-presidente ainda elogiou o atual governo de Jair Bolsonaro, mesmo com seus “discursos polêmicos”, e afirma que o atual presidente “está dando sequência” a seu governo.

“Ele está indo bem, fazendo o que os anteriores não fizeram. É costume (destruir tudo o que não fez, mas ele está dando sequência ao que fiz. O governo vai bem. Precisa dar mais tempo ao governo Bolsonaro”, afirmou.

Neste ano, Temer esteve preso por duas ocasiões em ação ligada à Lava Jato. Durante o evento, ele voltou a criticar a prisão e se referiu a ela mais de uma vez como “sequestro”.

Comente