Gleisi: “Genocida é pouco para nomear esse homem!”

10/05/2021 0 Por Redação Urbs Magna

A deputada compartilhou a hashtag #Bolsolao e afirmou que “ao invés de imunizar a população, Bolsonaro prefere bancar deputados e senadores para garantir apoio no Congresso

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou em seu Twitter que “genocida é pouco para nomear” o presidente do Brasil, após o Estadão divulgar que o “esquema de Bolsonaro criou um orçamento secreto de mais de R$ 3 bilhões para cooptar parlamentares“.

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores também compartilhou a hashtag #Bolsolao após argumentar que “ao invés de imunizar a população, Bolsonaro prefere bancar deputados e senadores para garantir apoio no Congresso“.

Hoje, após um domingo com a notícia causando a indignação de toda a sociedade brasileira, a deputada federal Talíria Petrone (Psol-RJ), líder de seu partido na Câmara dos Deputados, afirmou que “é inadmissível que na pior crise sanitária, social e econômica do mundo, com a população brasileira morrendo de fome, de Covid-19 e de tiro, o presidente use de corrupção para conseguir que seus aliados ganhem as eleições para a Câmara e o Senado“.

De acordo com o portal Fórum, a bancada do Psol protocolou uma representação no Ministério Público Federal nesta manhã, segunda-feira (10), pedindo a abertura de investigação do ‘Bolsolão’.

Além de Bolsonaro, a ação mira o ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e o diretor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Pinto.

Segundo reportagem do Estadão, o esquema montado pelo governo federal, no final de 2020, para aumentar sua base de apoio no Congresso, cria um orçamento paralelo de mais de R$ 3 bilhões em emendas, boa parte delas destinada à compra de tratores e equipamentos agrícolas por preços até 259% acima dos valores de referência – fez com que o esquema também seja conhecido como ‘tratoraço’.

 


Siga no Telegram

Comente