Gilmar diz que STF pode votar suspeição de Moro neste semestre e Lula merece julgamento justo

11/01/2021 0 Por Redação Urbs Magna

O ministro do STF também afirmou que pretende julgar o caso envolvendo Fabricio Queiroz, ex-assessor de Flavio Bolsonaro apontado como pivô da rachadinha no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta segunda-feira (11) que a ação que pede o reconhecimento da parcialidade do ex-juiz Sergio Moro pode ir a julgamento na Corte neste semestre, segundo informação do Carta Capital.

“É possível que no primeiro semestre a gente já julgue este caso, que é extremamente importante e relevante. Tenho dito sempre que é importante que nós possamos propiciar ao ex-presidente Lula um julgamento digno do nome, que possamos avaliar os argumentos que ele suscita de eventual parcialidade ou imparcialidade da força tarefa de Curitiba”, disse o ministro ao programa Em Foco, da GloboNews.

Mendes também pretende julgar Flávio Bolsonaro sobre o suposto caso das rachadinhas.

Leia mais no Carta Capital

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.