“Foi em Home Office?”, pergunta Requião sobre a ‘grande manifestação’ anunciada por MBL e Vem Pra Rua

12/09/2021 0 Por Redação Urbs Magna
“Foi em Home Office?”, pergunta Requião sobre a ‘grande manifestação’ anunciada por MBL e Vem Pra Rua

Roberto Requião, ex-governador do Paraná e ex-senador pelo MDB do mesmo estado, compenetrado em seu smartphone, em foto do ano de 2015. O político usou as redes sociais para questionar o tamanho dos atos deste domingo, 12 de setembro, organizados pelos movimentos Vem Pra Rua e MBL


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Nas redes sociais, políticos ‘zoam’ e questionam os tamanho dos atos contra Bolsonaro, apoiados pelas grandes mídias. “Alguém sabe me informar se a manifestação de hoje foi em modo home office”, diz a mesagem na imagem compartilhada pelo ex-senador e ex-governador do Paraná, Roberto Requião

Sem qualquer palavra adicional, o ex-senador e ex-governador do Paraná, Roberto Requião, postou uma imagem com os dizeres “Alguém sabe me informar se a manifestação de hoje foi em modo home office?”.

O jornalista Ricardo Noblat, do Metrópoles, afirmou que “se o pessoal disposto a apoiar um candidato da 3ª via na eleição do ano que vem for isso aí que estamos vendo na Avenida Paulista, não haverá 3ª via”.

“Pelas fotos, flopou o ato da juventude fascista, né?”, disse o jornalista do UOL, Kennedy Alencar.

Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária, considerou que “a frente ampla” é uma fraude e só serve para dar aos golpistas um papel maior do que o que realmente têm”, ao medir visualmente o tamanho dos atos em São Luís.

Ao “ver o gigantismo das manifestações”, o jornalista Moacir Assunção comentou: “Grande tirocínio político”.

Comente