FIM DO ENEM? Abraham Weintraub anuncia “ENEM digital”, quatro vezes por ano; mudanças podem acabar com o exame

04/07/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Ministro da Educação do governo Bolsonaro, Abraham Weintraub quer substituir modelo de quatro eixos temáticos e uma redação para um exame personalizado por carreira, pondo fim à escolha posterior à prova

O ministro da Educação, Abraham Weintraub anunciou que a partir de 2020 vai começar o piloto do ENEM Digital que pretende contar com quatro edições por ano e substituir o exame em papel até 2026. Além disso, deve haver uma mudança no conteúdo, com “itinerários formativos” adaptados.

Com a mudança anunciada pelo Inep, o ENEM do ano que vem já terá uma versão digital que deve acontecer nos dias 11 e 18 de outubro de 2020. O candidato que se inscrever pode optar pelo Enem Tradicional ou mudar para a invenção de Weintraub.

O projeto também busca “diluir” o ENEM em até quatro edições. Inicialmente a proposta é avançar para duas provas digitais anuais e uma física em 2021 e depois excluir a versão tradicional e aplicar quatro avaliações digitais.

Outra mudança que vai impactar o exame é a substituição do modelo de quatro eixos temáticos (Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Matemática) e uma redação para um exame personalizado com a carreira que o participante desejar seguir, rompendo com a escolha posterior à prova.

O governo de Dilma Rousseff chegou a criar um planejamento para a implementação de um Enem Digital conjugado com um Enem tradicional aplicado mais de uma vez ao ano, mas o impeachment interrompeu esse projeto.

via Revista Fórum