Felipe Neto prevê reeleição de Bolsonaro se o PT não aderir a uma “frente única”

27/09/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Em entrevista ao Globo deste domingo (27), Felipe Neto disse que está “sem muitas esperanças para 2022” e que prevê “novamente um segundo turno entre Bolsonaro e PT e, mais uma vez, uma vitória da extrema-direita”.

Apesar de ter dito ao jornal que espera “estar errado“, o youtuber diz que “a oposição está em frangalhos” e que não “aprendeu a se comunicar”. Sem citar o nome de Lula, Neto disse que “o maior líder da oposição segue cometendo sucessivos erros de comunicação”.

Para Felipe Neto “o maior partido de oposição [o PT] segue movido pela força da vaidade antes de qualquer outra” e diz que a “frente única” parece “cada dia mais difícil” – momento em que acrescenta que epera “ver isso acontecer. Caso contrário, prevejo novamente um segundo turno entre Bolsonaro e PT e, mais uma vez, uma vitória da extrema-direita“.

Para muitos progressistas, o youtuber está completamente enganado, a política definitivamente não seria uma boa ideia e este caminho não deveria ser trilhado. Mas Felipe Neto é brasileiro e, como poucos, é dono de uma visão privilegiada, apesar de seu baixo embasamento.

Além disso, Felipe Neto está enganado sobre o PT não querer se alinhar a outros partidos de oposição. São as outras legendas que não querem se aliar ao Partido dos Trabalhadores com medo de ficarem ‘queimados’ e também porque ‘a União faz açúcar’, ou seja, em política não há união.

Ainda, pode ser que o youtuber tenha entendido que falar bem ou mal do PT atrai visibilidade e suas declarações ao Globo podem ser um jogo para recuperar fãs perdidos em sua aventura política.

Mais ainda, uma cobrança por postura seria mais coerente se direcionada aos eleitores de Bolsonaro e não ao PT. A exemplo disso, o próprio Lula, percebendo um embuste de Ciro Gomes, disse que não fecharia seus olhos para aqueles que foram às urnas eleger seu ‘mito’, pois que todos “foram enganados’.

Sobre a menção de Felipe Neto aos ‘sentimentos vaidosos’ do ex-presidente, o fato é que Lula sabe fazer mais política que qualquer influencer de 30 anos, ou qualquer outro que tenha por estratégia bater no PT, sem bater em ninguém que não mereça.

Mesmo assim, parte da opinião de Neto vai na direção exata de um longo e inteligível artigo de Juca Kfouri, ‘O Sono da democracia produz monstros‘, publicado em sua coluna na quarta (23). Apesar de endossado em um espaço esportivo, a leitura é valiosa pois o jornalista carrega longa experiência não apenas dos campos gramados, mas também do campo político.

Em sua matéria, Kfouri diz que Bolsonaro descobriu que não há alternativa a Bolsonaro. Segundo ele, uma prova disso é a janela do impeachment, que foi aberta e desperdiçada pela esquerda e opositores ao presidente. O que foi dito por Felipe Neto no Globo, sobre as chances de uma ‘Frente Única’, também foi ensaiado, com muita argumentação, pelo jornalista:

Para o campo democrático, a lição a tirar da janela desperdiçada do impeachment no primeiro semestre foi que, sozinha, nenhuma candidatura ou força política conseguirá derrotar o atual presidente“.

Com isso, o que Kfouri quis dizer, como o disse, é que…

…”só o campo democrático organizado e unido pode derrotá-lo. E a chance de isso acontecer é baixa porque todo mundo acha que pode ganhar de Bolsonaro no mano a mano. E tudo o que Bolsonaro quer é produzir um mano a mano desse tipo“.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.