“Em breve tô chegando, pessoal”, diz Lula após encontro com Flávio Dino, José Guimarães, Marcio Macedo e Gleisi Hoffmann

“Com a presidenta do meu partido, Gleisi Hoffmann, e meus companheiros José Guimarães e Marcio Macedo construindo a agenda que faremos no Nordeste. Em breve tô chegando, pessoal!”, afirmou o ex-presidente Lula em seu perfil oficial do Twitter.

Gleisi explicou que o encontro se deu com o “governador Flávio Dino, que visitou o presidente Lula para entregar-lhe o Plano de Recuperação Verde da Amazônia Legal, que será lançado amanhã em Brasília. Flávio é o presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento da Amazônia Legal

De acordo com o portal do Governo do Maranhão, o Plano de Recuperação Verde (PRV) é uma estratégia de desenvolvimento regional que, como Gleisi afirmou, será lançada nesta sexta-feira (16) pelo Consórcio Interestadual Interestadual para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.  

Instrumento jurídico formado pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, o Consórcio Amazônia Legal estruturou o PRV como mecanismo para que a reconfiguração da estrutura socioeconômica da Amazônia Legal tenha como efeito o estabelecimento de uma preservação duradoura dos ecossistemas locais. 

Dino, como Gleisi também afirmou, é o atual presidente do Consórcio Amazônia Legal; Ele explicou:

“A Amazônia precisa de fiscalização e sanções contra crimes. Mas sobretudo de investimentos verdes. 30 milhões de pessoas que moram na Amazônia precisam de oportunidades e de apoio para atividades que protejam a floresta. É o que o Plano de Recuperação Verde propõe”

Dino é uma das presenças confirmadas no lançamento do PRV, que acontecerá na sede do Consórcio da Amazônia Legal, em Brasília, com apresentação da economista Laura Carvalho, professora da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP).  

Economia verde e redução das desigualdades

O PRV segue o consenso internacional que se forma acerca da impossibilidade de se construir uma economia verde sem redução das desigualdades econômicas e sociais. Essa é a lógica que move os chamados “Green New Deals”, formulados e propostos por países como a Alemanha, a França, os Estados Unidos, a Coreia do Sul e China.

Os projetos do PRV irão abranger quatro eixos principais: Freio ao desmatamento ilegal, Produção sustentável, Infraestrutura Verde e Inovação e Capacitação. Cada eixo se desdobra em programas regionais, mas a avaliação da carteira de projetos e sua distribuição entre os estados levará em conta o impacto ambiental e socioeconômico de cada um deles, a partir de uma metodologia pré-definida.

Para a fase inicial do projeto foi estimado um orçamento de R$ 1,5 bilhão, a ser dividido entre os quatro eixos, em projetos estaduais e regionais. 

Para alcançar o montante para a primeira fase, o Consórcio Amazônia Legal pretende estabelecer parcerias com o setor privado nacional, buscar financiamento através de bancos de fomento e fundos, como o Fundo Constitucional do Norte (operado pelo Banco da Amazônia), além de atuar junto aos órgãos competentes para destravar o Fundo Amazônia (gerido pelo BNDES), que possui cerca de R$ 2 bilhões, mas que atualmente estão bloqueados.


Siga no Telegram

Comente

1 comentário em ““Em breve tô chegando, pessoal”, diz Lula após encontro com Flávio Dino, José Guimarães, Marcio Macedo e Gleisi Hoffmann”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.