Defesa de Lulinha pede anulação e retirada de caso da Lava Jato de Curitiba

13/12/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Advogados de Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, pediram nesta sexta-feira (13) que a investigação da 69ª fase da Lava Jato seja retirada de Curitiba. Segundo a defesa, o caso já foi sujeito a investigação criminal em São Paulo e foi arquivado pelo MPF no estado por falta de provas


A defesa de Fábio Luís Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, pediu nesta sexta-feira (13) ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região que retire a investigação da 69ª fase da Lava Jato da vara federal de Curitiba e anule a decisão judicial que a decretou, informa a Folha de S.Paulo.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

No pedido ao juiz João Pedro Gebran Neto, os advogados argumentam que “o caso já foi sujeito a investigação criminal que tramitou em São Paulo por determinação do Superior Tribunal de Justiça. O inquérito, na ocasião, foi arquivado pelo Ministério Público Federal no estado por falta de provas. Eles alegam que qualquer nova investigação sobre o tema só pode ser feita no mesmo local”, diz a reportagem.




Também afirmam que “nada há na fase 69ª da Operação Lava Jato que aponte algum mínimo resquício de fraude ou desvio na Petrobras”.

“A competência da 13ª Vara Federal de Curitiba está restrita a ilícitos envolvendo a Petrobras, ao passo que a 69ª Fase da Lava Jato, à toda evidência, investiga supostos ilícitos envolvendo o setor de telecomunicações, sem nenhuma relação com óleo e gás”, diz a defesa.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.