Condenação de Lula não tem legitimidade, diz americana ex-guru da ‘República de Curitiba’ ao ‘Valor’

16/10/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

“Moro não só conduziu o processo de forma parcial, como comandou a acusação desde o início; manipulou os mecanismos da delação premiada, orientou o trabalho do Ministério Público, exigiu a substituição de uma procuradora com a qual não estava satisfeito e dirigiu a estratégia de comunicação da acusação”

Susan Rose-Ackerman reafirma posição contra Moro e sua sentença injusta contra o ex-presidente Lula no processo do triplex do Guarujá e diz em entrevista ao Valor Econômico que a condenação “não tem legitimidade”:

Susan Rose-Ackerman, professora de jurisprudência da Universidade de Yale, EUA

Os procuradores do Ministério Público Federal do Paraná, que ficaram famosos por ‘instituir’ a ‘República de Curitiba’, tinham-na como uma espécie de guru e costumavam citá-la com frequência. Mas em 2019, Ackerman assinou uma carta juntamente com 16 juristas internacionais na qual defendiam a libertação de Lula. O manifesto assinado pela jurista naquele ano dizia que:

“Moro não só conduziu o processo de forma parcial, como comandou a acusação desde o início”. “Manipulou os mecanismos da delação premiada, orientou o trabalho do Ministério Público, exigiu a substituição de uma procuradora com a qual não estava satisfeito e dirigiu a estratégia de comunicação da acusação”.

Na entrevista ao jornal, Rose-Ackerman afirmou que:

Eles devem ter se sentido traídos“, referindo à força-tarefa da Lava Jato. “Assinamos aquela carta porque era importante que esclarecêssemos nossa posição“, complementou. 

“É importante que um partido não seja definido só em termos de um líder particular. E penso que a marca de um bom líder é ser capaz de fomentar o surgimento de novas lideranças. Esse me parece ser um problema, hoje, no Brasil”, disse. 

“Não estou dizendo que seja culpa de Lula. Mas há uma questão sobre como produzir sucessores ao longo do tempo. Quando um nome assume uma proporção como a de Lula, é ainda mais difícil”, acrescentou. 

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe