Com 3 votos podendo chegar a 5, TSE sinaliza reabertura da apuração que pode cassar a chapa Bolsonaro-Mourão

10/06/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Et Urbs Magna – O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Alexandre de Moraes pediu vista no julgamento, que foi suspenso com placar de 3 a 2, o que parcialmente favorece a reabertura de investigações contra a chapa Bolsonaro-Mourão.

Os processos apuram ataques nas redes sociais que teriam beneficiado o atual presidente e seu vice durante as eleições de 2018. Moraes seria o penúltimo a votar, antes do presidente da Corte, ministro Luis Roberto Barroso.

Os ministros Edson Fachin, Tarcísio Vieira e Carlos Velloso Filho se pronunciaram favoráveis a novas ações policiais para a continuidade dos processos. Luís Felipe Salomão seguiu o relator Og Fernandes no sentido contrário aos demais.

Garantido o prosseguimento das investigações após os prováveis votos favoráves de Moraes e Barroso, e mesmo que estas não avancem significativamente, há outros processos, de um total de 15 ações excetuando as 7 que foram arquivadas, que ainda não foram examinados com atenção.

O caso mais grave, que teria beneficiado a chapa Bolsonaro-Mourão, tem como tema os disparos de mensagens em massa via WhatsApp.

Comente