Chantagem inédita de empresários da Havan e Riachuelo ameaça deixar pessoas sem empregos, caso a Reforma da Previdência não passe

27/03/2019 6 Por Redação Urbs Magna

Liderados por donos da Havan e da Riachuelo, empresários bolsonaristas chantageiam: Sem reforma não haverá empregos

O grupo é o mesmo que em dezembro do ano passado lançou o projeto Empregue Mais Um, para estimular a criação de vagas e turbinar o início do governo Bolsonaro

Liderados por Flávio Rocha, da Riachuelo, e Luciano Hang, Havan, um grupo de empresários iniciaram uma chantagem para aprovação da reforma da Previdência proposta pelo governo Jair Bolsonaro (PSL): não vai ter emprego se não sair a reforma, dizem, segundo a coluna Painel S.A., na edição desta quarta-feira (27) da Folha de S.Paulo.

Porta-voz do grupo, Gabriel Kanner transmitiu o recado, em clara sinalização de chantagem aos deputados. “Temos de focar a aprovação (da reforma), porque se não passar, não há milagre”.

O grupo é o mesmo que em dezembro do ano passado lançou o projeto Empregue Mais Um em dezembro, para estimular a criação de vagas e turbinar o início do governo. “Não terá geração de emprego, não terá dinheiro para nada. Qualquer coisa que planejarmos serão só sonhos utópicos sem dinheiro em caixa. A prioridade zero é a nova Previdência”, disse Kanner.

Dino Barsa para o Et Urbs Magna via NE

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

FAÇA UMA DOAÇÃO AO ET URBS MAGNA CLIQUE AQUI

Comente