Categoria: TENDÊNCIAS

Por que é difícil não chamar os bolsominions de burros

Por Redação Urbs Magna

Bolsomínions militam por medidas que prejudicam seus interesses mais óbvios – por uma polícia que mate seus filhos, por um Estado que negue seus direitos, por uma política econômica que os empobreça e destrua seu futuro. Como defini-los? Não tem como: são BURROS!

Anúncios

Enquanto Bolsonaro passeava com os meninos pela Ásia, ‘levantes’ populares contra a direita se espalharam pela América Latina e o mundo – de volta ao Brasil, sua crise foi recepcioná-lo

Por Redação Urbs Magna

Do Peru ao Equador, do Haiti a Honduras, sinais foram ignorados em meio ao foco na Venezuela e Cuba, diz Miami Herald – enquanto isso, Bolsonaro viaja pela Ásia, após deixar para trás uma crise sem precedentes com o PSL, além de ignorar problemas como o ambientalismo, a exemplo das queimadas na Amazônia e, agora, o petróleo derramado nas praias do Nordeste

Anotem aí: “de hoje em diante, ninguém mais vai querer ouvir falar em Bolsonaro. A tendência será sua derrocada: a priori, a direita acabou com a Argentina em 4 anos e no Chile o barco já começa a naufragar”

Por Dino Barsa

No ano passado, em um domingo como esse, o sujeito que acabou se tornando presidente discursava por áudio para a Av. Paulista lotada dizendo que iria mandar a petralhada à Ponta da Praia, local de tortura e execução dos opositores à Ditadura Militar. Nunca se esqueçam quem ele é, escreveram no Twitter hoje (20)

Foto de Bolsonaro ‘dando um tiro na cabeça’ de Sergio Moro em capa do ‘Estadão’ viraliza

Por Redação Urbs Magna

A imagem foi registrada por Gabriela Biló e publicada no ‘Estado de São Paulo’ nesta quarta (16), tendo a cena ocorrido durante cerimônia de hasteamento da bandeira no dia anterior, e ilustra reportagem sobre a crise com ação da Polícia Federal, comandada por Moro, contra Luciano Bivar

Nazismo Legal: Em Santa Catarina, juiz permite defender o movimento e a suástica com cartazes na rua

Por Redação Urbs Magna

Juiz absolveu dois neonazistas que distribuíram e colaram pela cidade de Itajaí cartazes com mensagens comemorativas pelo aniversário do ditador Adolf Hitler; “Heróis não morrem. Parabéns Führer”, diziam os cartazes que, para o magistrado, não representam incitação ao nazismo

Vídeo: Witzel é vaiado, xingado e expulso da Bienal do Livro por público, após polêmica do beijo gay

Por Redação Urbs Magna

Equipes da prefeitura foram ao evento pelo 2º dia seguido após decisão que voltou a permitir apreensão de material infanto-juvenil com temática LBGT. Livro com desenho de beijo gay foi alvo de ação do prefeito Marcelo Crivella