Categoria: #FORATEMER

Pela ignorância política de seus pais, jovens sem emprego ou futuro são as maiores vítimas – desde o Golpe 2016 até Bolsonaro

Por Redação Urbs Magna

Para quem tem dúvidas sobre o impacto da falta de emprego no País desde o início da crise econômica, em 2014, dados de um trabalho feito pela consultoria LCA e revelados hoje pelo Estadão, mostram que o número de jovens desalentados triplicou em quatro anos, entre os que têm até 24 anos.

Anúncios

Temer é denunciado, nesta sexta (29), pela Lava Jato do Rio por corrupção, lavagem de dinheiro e peculato

Por Redação Urbs Magna

O ex-presidente Michel Temerfoi denunciado nesta sexta-feira pela força-tarefa da Lava-Jato do Rio, um dia após virar réu no caso da mala com R$ 500 mil da J&F. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, dizer se o emedebista vira ou não réu nas duas denúncias apresentadas.
Na primeira denúncia, Temer foi acusado de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro pelo suposto desvio de R$ 1 milhão de um contrato de prestação de serviços de mídia para o Aeroporto de Brasília. Na segunda, os crimes é de peculato e está relacionado ao favorecimento de uma empresa ligada ao ex-presidente nas obras da usina nuclear de Angra 3, na Costa Verde.

Desembargador que soltou Temer já foi acusado de estelionato, formação de quadrilha e disse que propina é gorjeta

Por Redação Urbs Magna

O desembargador federal Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), foi responsável pela soltura do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco e de João Baptista Lima Filho, o coronel Lima. Athié é presidente da primeira turma especializada em direito penal, previdenciário e da propriedade industrial. O julgamento do habeas corpus dos acusados estava na pauta da sessão da próxima quarta-feira, 27. Athié é relator do caso. Os encontros da primeira turma do TRF-2 são semanais às quartas, compostos por Athié, Paulo Espírito Santo e Abel Gomes.

Doleiro de ex-ministro de Temer, que acaba de ser preso, é encontrado morto

Por Redação Urbs Magna

Preso duas vezes, o doleiro Antônio Claudio Albermaz Cordeiro foi encontrado morto dentro de sua casa, em Porto Alegre (RS), na tarde de domingo (24); a Polícia Civil investigará as circunstâncias da morte. Por enquanto, a principal hipótese é de suicídio; de acordo com delatores, o doleiro teria repassado R$ 1 milhão em espécie em favor do Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil no governo de Michel Temer, que está preso pela Lava Jato