Carlos Bolsonaro teria pago R$ 150 mil em dinheiro vivo por imóvel, dizem jornalões

23/09/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Carlos Bolsonaro, o filho do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, teria “comprado um apartamento no valor de R$ 150 mil em dinheiro vivo quando tinha apenas 20 anos de idade“, no ano de 2003, segundo informação divulgada nesta quarta (23) pelo jornal O Estado de S. Paulo e replicada pelo UOL.

O Estadão diz que a escritura que oficializou a compra aponta a localização do imóvel “na Rua Itacuruçá, na Tijuca, foi pago “em moeda corrente do país, contada e achada certa“, conforme divulgou o jornal.

Segundo a matéria, o apartamento ainda pertence ao vereador e a prática, não é crime, mas “pode ser apontada como um indício de suposta lavagem de dinheiro, um a vez que não deixa qualquer rastro financeiro“, dizem o Estadão e o UOL.

Segundo o UOL, o parlamentar é investigado pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) por suspeita de ter empregado funcionários fantasmas em seu gabinete ainda no primeiro mandato na Câmara Municipal do Rio, iniciado em 2001, o que configuraria crime de peculato.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe