Bolsonaro vai ‘chutar o pau da barraca’ e confrontar o STF renomeando Ramagem e trocando o comando do Exército

04/05/2020 1 Por Redação Urbs Magna

Et URbs Magna – O presidente Bolsonaro pretende fazer nova nomeação do delegado Alexandre Ramagem, amigo da família que protegerá seus filhos investigados, para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal e remover o general Edson Leal Pujol do Comando do Exército, publica a Folha nesta segunda-feira (04).

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil / Gal. Edson Leal Pujol, comandante do Exército

Junte-se a 36.991 outros assinantes

O jornal diz que um auxiliar direto do presidente informou que ministros classificaram a pretensão como “chutar o pau da barraca” em uma questão complexa, haja vista que nem todos os Ministros da Corte apoiaram a decisão de Alexandre de Moraes quando ele suspendeu a nomeação do preferido de Bolsonaro, interpretando como excesso de suas atribuições interferindo em atos que, segundo parte do STF, são privativos de outro Poder.

Ao mesmo tempo, Bolsonaro teme “o que virá por parte de Moro no seu embate com Bolsonaro”, publicou a FSP acrescentando que a oitiva com o ex-Ministro da Justiça no sábado (2) trará um caso pronto para ser encaminhado pelo decano Celso de Mello (STF).

Caso Bolsonaro faça o que a fonte da FSP informou, uma crise constitucional será instalada no governo. A troca de Pujol, motivada por divergências no entendimento sobre a flexibilização da quarentena, traria Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), para sua cadeira, apesar de este último negar que tenha ocorrido alguma conversa neste sentido.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é ET-URBS-MAGNA-LARANJA-um2-1024x1024.png
Telegram Receba nossas Newslleters gratuitamente. Acesse e siga NOSSO CANAL
Não tem o aplicativo? ACESSE AQUI e Saiba por que o TELEGRAM é 10 vezes melhor que o WHATSAPP
Acompanhe as publicações do ET URBS MAGNA no FACEBOOK (CURTA AQUI)




𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios