Bolsonaro, cadê a ‘retomada’ prometida após o Golpe contra o PT? Empresários dizem que 2019 ‘já era’

31/03/2019 0 Por Redação Urbs Magna

Setor empresarial brasileiro já abandonou a expectativa de uma retomada em seus negócios, como o Golpe contra Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores de Lula prometeu. Agora, eles especulam que o setor industrial só voltará a crescer em 2020.

A reportagem da Folha de São Paulo deste domingo (31) diz que a elite avalia que nem a Reforma da Previdência mudaria o cenário ruim, haja vista que a desarticulação política no início do mandato abalou a confiança geral. Maia, Moro e Bolsonaro trocaram farpas entre si, o que gerou uma grave sensação de instabilidade.

Fernando Pimentel, presidente-executivo da Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção), reflete sobre a situação que provocou ‘perda de tempo’ e ‘desgovernabilidade’: “O conflito entre Poderes causa ruído e desvia o foco do que é fundamental neste momento: precisamos da aprovação de projetos para o país”.

Leia a matéria completa na Folha de São Paulo

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.