Bolsonaro: “Apesar de tudo, eu represento a democracia no Brasil. Nunca a imprensa teve tratamento tão leal e cortês”

20/02/2021 3 Por Redação Urbs Magna

“Se é que alguns acham que não é dessa maneira é porque não estão acostumados a ouvir a verdade”, completou o presidente afirmando também que junto com as Forças Armadas e outras instituições trabalhará para que essa democracia funcione

Em maio de 2020, Bolsonaro mandou jornalistas calarem a boca acrescentando que “não perguntei nada” – Pedro Ladeira/Folhapress

“Alguns acham que eu posso fazer tudo. Se tudo tomar que depender de mim, não seria este regime que nós estaríamos vivendo. E apesar de tudo, eu represento a democracia no Brasil”.

“Nós vivemos num país livre, esta liberdade vale mais que a própria vida para cada um de nós. Tenho certeza, juntamente com nossas Forças Armadas e demais instituições do governo, tudo faremos para cumprir a Constituição, para fazer com que a nossa democracia funcione e para que a nossa liberdade esteja acima de tudo “, acrescentou.

“Nunca a imprensa teve um tratamento tão leal e cortês como o meu. Se é que alguns acham que não é dessa maneira é porque não estão acostumados a ouvir a verdade”, disse.

O discurso foi ouvido na EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes) em Campinas (SP), onde participa de cerimônia de entrada dos novos alunos.

Um vídeo publicado de maio de 2020, em que Bolsonaro manda, por duas vezes, repórteres calarem a boca, não segue sua fala atual:

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.