Bebianno deixou carta a Bolsonaro para ser entregue pelo ator Carlos Vereza

14/03/2020 1 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Gustavo Bebianno deixou uma carta com o ator Carlos Vereza, seu amigo, a ser entregue ao presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista ao Globo, Vereza, que diz ignorar o teor do documento, disse que não vai entregá-la ao presidente, mas à viúva do ex-ministro, Renata Bebianno: “Vou entregar à viúva. Ela que deve decidir o que fazer com a carta“. As informações do são do portal Congresso Em Foco.

Também ao Globo, Bebianno contara que deixou cartas para Bolsonaro ler: “Fiz uma carta. Um dia vou publicar essa carta. Uma carta linda, de irmão. E entreguei nas mãos do Carlos Vereza, para que entregasse ao Jair. Entreguei também ao Onyx e ao general [Maynard] Santa Rosa [ex-secretário de Assuntos Estratégicos que deixou o governo em dezembro]. O senhor chegou no ápice, eu disse. Mas toda a energia que eu sinto do senhor é a do ódio. O fato é que quero que o governo dê certo, mas dentro de um ambiente democrático, saudável, respeitando as instituições“.

Vale enfatizar que a carta deixada com Vereza não é a mesma deixada no Brasil e no exterior. Esta última, conforme o ex-Ministro Bebianno solicitara para ser aberta após sua morte, conteriam informações envolvendo Bolsonaro e pessoas interessadas em seu desaparecimento.

Em outubro de 2019, Bebianno se filiou ao PSDB e aparentemente tinha motivos para achar que Bolsonaro poderia dar um golpe de Estado. Amigos do ex-ministro defendem que sua morte seja investigada por ele ter sido considerado um  “arquivo vivo”.

A permanência de Bebiano ao lado de Bolsonaro não chegou a dois meses e ele foi demitido por influência de ‘Carluxo’, que via no então ministro o maior obstáculo para sua estratégia de controlar a comunicação do pai.

Bebianno deixou o governo e, desde então, se tornou um dos maiores críticos crítico do presidente.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe