Amuleto ‘Para Trás Satanás’ de López Obrador não o impediu de ser infectado e ‘pegar’ Covid

25/01/2021 0 Por Redação Urbs Magna

“Lamento informar que estou infectado com COVID-19”, disse o presidente do México, AMLO (Andrés Manuel López Obrador), criticado pela forma como lida com a pandemia em seu país por não dar o exemplo de prevenção em público, em anúncio feito no Twitter no final da noite deste domingo (24), após realização de teste que acusou positivo

Andrés Manuel López Obrador (AMLO), presidente do México | Imagem reprodução

De acordo com a agência de notícias Associated Press, AMLO foi questionado, no início da pandemia, sobre como estava protegendo o México e sua resposta foi exibir dois amuletos religiosos, que retirou de sua carteira, e ler as inscrições nos amuletos:

“’Para trás, Satanás’

“Pare, inimigo; o Coração de Jesus está comigo”

AMLO

AMLO, de 67 anos, raramente visto usando máscara durante a pandemia de coronavírus, sempre manteve uma agenda lotada de viagens aéreas e é contrário às medidas de isolamento social que, segundo ele, podem causar o bloqueio da economia e trazer um efeito devastador na vida de milhões de mexicanos.

O reflexo disso é que o México tem hoje cerca de 150.000 mortes (o quarto país com mais óbitos por covid-19 no mundo, atrás dos EUA [1], Brasil[2] e Índia[3]) e mais de 1,7 milhão de casos de infecções, tendo ocorrido na semana passada os mais altos níveis de mortes.

Na noite deste domingo (24), AMLO anunciou em seu Twitter:

Lamento informar que estou infectado com COVID-19. Os sintomas são leves, mas já estou em tratamento médico. Como sempre, estou otimista. Todos nós iremos seguir em frente. A Dra. Olga Sánchez Cordero [secretária do Interior] me representará pela manhã para relatar como o fazemos todos os dias“, disse AMLO.

Estarei ciente dos assuntos públicos do Palácio Nacional. Amanhã, por exemplo, atenderei uma ligação com o presidente Vladimir Putin porque, independentemente das relações de amizade, existe a possibilidade de que nos enviem a vacina Sputnik V“, concluiu.

José Luis Alomía Zegarra, diretor geral de epidemiologia do México, anunciou que AMLO tinha um caso “leve” de COVID-19 e estava “isolado em casa” em quadro de saúde estável:

Em novembro, Tedros Adhanom Ghebreyesus, chefe da Organização Mundial da Saúde, exortou os líderes mexicanos a levarem o coronavírus a sério e a darem o exemplo para seus cidadãos, dizendo que “o México está mal” com a pandemia. Sem citar AMLO, Tedros disse:

“Gostaríamos de pedir ao México que leve muito a sério. Já dissemos isso de maneira geral, usar máscara é importante, higiene é importante e distanciamento físico é importante e esperamos que os líderes sejam exemplos”

Tedros Adhanom Ghebreyesus

No início da pandemia, AMLO foi criticado por seu modo de se relacionar com o povo, dando abraços. Somente a partir de quando a pandemia cresceu foi que ele começou a limitar sua participação em eventos e a manter distância de seus apoiadores.

Mas na sexta-feira, AMLO postou uma foto sua ao lado do ministro das Relações Exteriores Marcelo Ebrard, do ex-chefe de gabinete Alfonso Romo e de uma tradutora, todos reunidos ao redor de uma mesa para um telefonema com o presidente dos Estados Unidos Joe Biden. Nenhum estava usando máscaras:

O anúncio de AMLO veio logo após a notícia de que ele falaria com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, nesta segunda-feira (25), sobre a obtenção de doses da vacina Sputnik V.

Até este domingo, o México já havia administrado quase 630 mil doses da vacina.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.