"Adriano da Nóbrega não morreu; fizeram uma encenação pra ele fugir; os milícia 'se protege'" – por Anderson França

11/02/2020 1 Por Redação Urbs Magna
"Adriano da Nóbrega não morreu; fizeram uma encenação pra ele fugir; os milícia 'se protege'" – por Anderson França


Publicado por ET URBS MAGNA


Eduardo Bolsonaro foi pra Bahia fazer cortina de fumaça.
Sabia que iam querer associá-lo a uma queima de arquivo, uma vez que, né, irmão e pai enolvidos.

Pimba.

Olharam pra ele, e pela porta dos fundos, Adriano, vai embora, levando consigo as respostas sobre a morte de Marielle.

Não tem corpo de Adriano no IML.

Não tem foto do corpo.

Tem registro do IML.

Mas registro de instituição policial vale o que?

Pegaram um indigente que a PM da Bahia matou no café da manhã.

A PM tá fechada com Bolsonaro, Adriano e as milícias.
O IML da Bahia, idem.
Porque Moro, que manda na PF e na porra toda, LIBEROU O CARA da lista.

A PM tá fechada com Bolsonaro, Adriano e as milícias.

O IML da Bahia, idem.

Porque Moro, que manda na PF e na porra toda, LIBEROU O CARA da lista.

Fizeram a encenação, pegaram um indigente, botaram num saco, vai direto pra uma cova, todo mundo chora, participa do teatro, Adriano já tá fora do país, provavelmente saído pelo aeroporto de Salvador, com a ajuda de algum policial federal ou deputado, filho de presidente, amigo de Ministro da Justiça, que vai ser seu primeiro entrevistado numa série.

Ou tudo junto.

Pense comigo:

Porque matar, se eles podem, inclusive, fazer um novo documento OFICIAL pro cara, e autorizar que ele saia do país num avião, INCLUSIVE, da FAB?

A gente vê filme de máfia, e não aprende.

Flávio Bolsonaro tá livre.

Adriano vai viver de rendas em algum Caribe.

Toca a ficha.


WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL


Acompanhe as publicações do ET URBS MAGNA no FACEBOOK (CURTA AQUI)

Utilize o espaço que reservamos para você fazer comentários. Role a página para baixo e fale sobre este assunto.
Os comentários não representam a opinião do ET URBS MAGNA. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Anúncios