“Me enganei sobre o Trump”, dispara Bolsonaro, que diz estar tentando renegociar a elevação da tarifa imposta pelos EUA sobre o aço e alumínio brasileiros

03/12/2019 0 Por Redação Urbs Magna
“Me enganei sobre o Trump”, dispara Bolsonaro, que diz estar tentando renegociar a elevação da tarifa imposta pelos EUA sobre o aço e alumínio brasileiros

Em entrevista ao Jornal da Record, da TV Record, na noite desta segunda-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro já avalia que pode ter se enganado ao encampar uma política completamente subserviente aos Estados Unidos. Mais cedo, o presidente estadunidense, Donald Trump, anunciou pelo Twitter o aumento das tarifas de todo aço e alumínio importado do Brasil e da Argentina como retaliação à desvalorização “maciça” de suas moedas frente ao dólar


De acordo com Bolsonaro, que mais cedo afirmou que, “qualquer coisa”, telefonaria para Trump, a equipe econômica do governo está tentando negociar o aumento das tarifas. “Caso não tenha sucesso, me enganei sobre Trump”, disparou.


WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL

Da Revista Fórum – Na mesma entrevista, Bolsonaro defendeu o ministro da Economia, Paulo Guedes, por conta de declaração pró-AI-5. 

“Citar o AI-5 eu não vejo nada demais. Não vejo motivo para tanta pressão por causa disso aí. Pediram até a cabeça do Paulo Guedes por isso aí. Paulo Guedes está firme. O Brasil esta mudando com o comando do Paulo Guedes. No comando da questão econômica, evidentemente”, afirmou.





LEIA TAMBÉM:
A Petrobras pede desculpas a ‘inocentes perseguidos’ pela Lava Jato – a Lula também?
Lula ainda pode voltar a ficar elegível e a briga entre instâncias inferiores e o STF deve ajudar – Entenda
Gebran do TRF-4, que aumentou pena de Lula, tem suspeição óbvia por diálogos impróprios com procuradores do MPF revelados no Intercept


“Não existe isso de cassar direitos. Se quiser cassar direitos, tem que passar pelo Parlamento”, completou.

O presidente disse também que seu maior mérito tem sido a escolha dos ministros e afirmou não enxergar erros no governo. “Não vi erro no governo. Se tivemos pequenas falhas, peço desculpas”, disse ainda.

Anúncios