Sergio Moro diz que Lula faz parte de seu passado e “acho que do passado do país”

02/12/2019 3 Por Redação Urbs Magna
Sergio Moro diz que Lula faz parte de seu passado e “acho que do passado do país”

“O ex-presidente Lula, eu nem gosto muito de falar dele. Sinceramente ele faz parte do meu passado e acho que do passado do país”, disse o ex-juiz e atual Ministro da Justiça, Sérgio Moro ao ser questionaod se via o ex-presidente Lula como uma ameaça à ordem pública – como vem sendo tratado por aliados de Jair Bolsonaro


Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, mostrou que quer desvencilhar cada vez mais do ex-presidente Lula, colocando o petista em seu passado.


WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL

Indagado se ele ou o governo viam a soltura de Lula como uma ameaça à ordem pública – como vem sendo tratado por aliados de Jair Bolsonaro -, Moro desconversou e disse que o ex-presidente faz parte do passado. “O ex-presidente Lula, eu nem gosto muito de falar dele. Sinceramente ele faz parte do meu passado e acho que do passado do país”, disse.





LEIA TAMBÉM:
A Petrobras pede desculpas a ‘inocentes perseguidos’ pela Lava Jato – a Lula também?
Lula ainda pode voltar a ficar elegível e a briga entre instâncias inferiores e o STF deve ajudar – Entenda
Gebran do TRF-4, que aumentou pena de Lula, tem suspeição óbvia por diálogos impróprios com procuradores do MPF revelados no Intercept


O ministro aproveitou para criticar, de forma indireta, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a inconstitucionalidade da prisão após condenação em segunda instância, que ele pressiona para reverter no projeto anticrime enviado ao Congresso.

“Ele [Lula] estava lá cumprindo a pena pela qual ele foi condenado. Acabou sendo beneficiado por essa decisão, sobre a questão da segunda instância. Mas os problemas judiciais dele permanecem e cabe a ele resolver. A gente não tem nenhuma interferência”, afirmou Moro.

Leia a íntegra na Revista Fórum

Anúncios