Lula pode conquistar Maia, que não é tão amigo assim de Bolsonaro – os 2 dialogarão sobre o Brasil em breve

19/11/2019 1 Por Redação Urbs Magna
Lula pode conquistar Maia, que não é tão amigo assim de Bolsonaro – os 2 dialogarão sobre o Brasil em breve

O deputado federal José Guimarães (PT-CE) informou ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que o ex-presidente Lula pretende encontrá-lo. Seria a primeira conversa de Lula solto com um político fora do âmbito da esquerda. Mesmo com DEM integrando a base do governo, Jair Bolsonaro não tem uma relação tão amistosa com Maia


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deverão se encontrar para dialogar sobre aas conjunturas política e econômica do País. O deputado federal José Guimarães (PT-CE) informou ao parlamentar que agora a principal lidernaça popular do País pretende encontrá-lo. A informação foi publicada na coluna de Lauro Jardim. Seria a primeira conversa de Lula solto com um político fora do âmbito da esquerda.


WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL

Mesmo com DEM fazendo parte da base do governo, Jair Bolsonaro não tem uma relação tão amistosa com Maia, que teceu duras críticas a ele ao longo deste ano e, devido à falta de articulação de Bolsonaro, conduziu a aprovação da reforma da Previdência na Câmara. 

Durante uma entrevista à Globo, por exemplo, no primeiro semestre, antes de a reforma ser aprovada, Maia afirmou que Bolsonaro precisa ter “mais tempo para cuidar da reforma da Previdência e menos tempo” para as redes sociais





LEIA TAMBÉM:
A Petrobras pede desculpas a ‘inocentes perseguidos’ pela Lava Jato – a Lula também?
Lula ainda pode voltar a ficar elegível e a briga entre instâncias inferiores e o STF deve ajudar – Entenda
Gebran do TRF-4, que aumentou pena de Lula, tem suspeição óbvia por diálogos impróprios com procuradores do MPF revelados no Intercept


“Ele [Bolsonaro] precisa ter um engajamento maior. Ele precisa ter mais tempo pra cuidar da Previdência e menos tempo cuidando do Twitter, porque, se não, a reforma não vai andar”, disse Maia.

Também antes da votação do projeto, Maia disse à GloboNews que o fato de o País não ter um governo organizado “atrapalha muito”. 

Anúncios