VÍDEO – Paulo Pimenta expulsou invasores da embaixada da Venezuela em Brasília com as próprias mãos – ASSISTA

13/11/2019 1 Por Redação Urbs Magna
VÍDEO – Paulo Pimenta expulsou invasores da embaixada da Venezuela em Brasília com as próprias mãos – ASSISTA

Paulo Pimenta agiu diretamente na expulsão do grupo de militantes de dentro da Embaixada da Venezuela, aos gritos de “traidores da América“. Após o ato, o deputado gravou um áudio onde se dizia satisfeito com a luta. Ouça e assista ao vídeo


O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) esteve hoje em Brasília, na Embaixada da Venezuela, onde atuou militantemente contra os invasores liderados por Juán Guaidó, presidente autoproclamado do país governado por Nicolás Maduro e cujo governo não foi reconhecido por uma série de países, dentre eles o Brasil.



WHATSAPP

TELEGRAM
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL

A embaixada da Venezuela em Brasília foi invadida nesta manhã por um grupo de 20 simpatizantes de Juan Guaidó, o autoproclamado presidente da Venezuela.


Apoiador de Guaidó (alto, de bigode e camisa branca) discute com militante defensor de Maduro, que usa bone vermelho
Apoiador de Guaidó (alto, de bigode e camisa branca) discute com defensores de Maduro; grupo pró-Guaidó entrou na embaixada e foi rechaçado por militantes de esquerda – Pedro Ladeira/Folhapress

De acordo com relatos, eles pularam o muro e ocuparam as instalações.

O grupo nega e diz que entrou no local pacificamente, com autorização de funcionários que haveriam “desertado” e abriram os portões.

A princípio, a PM foi acionada e não retirou as pessoas da representação diplomática porque se trata de território estrangeiro, mas acabou entrando no local mais tarde.

O encarregado de negócios do país no Brasil, Freddy Meregote, disparou áudios para parlamentares e lideranças de movimentos sociais para que saíssem em seu socorro.

“Companheiros, informo que pessoas estranhas às nossas instalações estão entrando [na embaixada], estão violentando o território venezuelano. Necessitamos ajuda e uma ativação imediata de todos os movimentos sociais e partidos políticos”, afirmou Meregote em sua mensagem.

O encarregado de negócios nega que funcionários da própria embaixada tenham permitido a entrada do grupo por já não reconhecerem o governo de Nicolás Maduro. “Todos os funcionários da embaixada reconhecem Maduro como presidente legítimo da Venezuela. Não houve isso”, afirmou ele à coluna.

Num comunicado, a advogada María Teresa Belandria Expósito, indicada por Guaidó como embaixadora do Brasil e reconhecida pelo presidente Jair Bolsonaro, diz que “um grupo de funcionários da embaixada da Venezuela no Brasil se comunicou conosco para nos informar que reconhecem o presidente Juan Guaidó”


Juan Guaidó, o autodeclarado presidente da Venezuela, em conferência em Caracas em setembro
Juan Guaidó, o autodeclarado presidente da Venezuela, em conferência em Caracas em setembro – Matias Delacroix /AFP

Eles teriam então aberto as portas para entregar “voluntariamente a sede diplomática à representação legitimamente reconhecida no Brasil”.

Expósito afirma ainda que a ação “foi comunicada imediatamente ao Ministério das Relações Exteriores”.

O encarregado de negócios indicado por Maduro diz que famílias com crianças estão dentro das instalações, sendo “assediadas” pelos manifestantes.

Já a advogada afirma que os funcionários estão sendo apenas convidados para “incorporar-se ao trabalho da embaixada”, com todos os “direitos trabalhistas garantidos”.

Um grupo de deputados, liderados pelo petista Paulo Pimenta (PT-RS), foi à embaixada logo cedo para tentar expulsar os invasores.

A Venezuela não tem embaixador no Brasil desde 2016, quando Nicolás Maduro chamou o então representante de seu governo em Brasília de volta a Caracas em protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff.


OUÇA A MENSAGEM DE PAULO PIMENTA APÓS A TENTATIVA DE INVASÃO DA EMBAIXADA VENEZUELANA EM BRASÍLIA POR JUÁN GUAIDÓ E GRUPOS DE EXTREMA-DIREITA BRASILEIROS


Resultado de imagem para paulo pimenta
ÁUDIO DE PAULO PIMENTA

A SEGUIR, ASSISTA ÀS IMAGENS DA EXPULSÃO DOS GRUPOS DE DENTRO DA EMBAIXADA, COM A PARTICIPAÇÃO DE PAULO PIMENTA






LEIA TAMBÉM:
A Petrobras pede desculpas a ‘inocentes perseguidos’ pela Lava Jato – a Lula também?
Lula ainda pode voltar a ficar elegível e a briga entre instâncias inferiores e o STF deve ajudar – Entenda
Gebran do TRF-4, que aumentou pena de Lula, tem suspeição óbvia por diálogos impróprios com procuradores do MPF revelados no Intercept



Anúncios