Eduardo Bolsonaro compartilha vídeo em que príncipe-deputado pede nova Constituição

19/09/2019 1 Por Redação Urbs Magna
Eduardo Bolsonaro compartilha vídeo em que príncipe-deputado pede nova Constituição

O filho “03” do presidente Jair Bolsonaro compartilhou um vídeo do deputado Orleans Bragança (PSL-SP) que alimenta hipóteses de que o governo estaria costurando nova Constituição na “surdina”


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho “03” do presidente Jair Bolsonaro, retuitou um vídeo em que o deputado federal Luiz Philippe Orleans Bragança (PSL-SP) defende uma nova Constituição com a criação de dois poderes moderadores. O Poder Moderador existiu no Brasil durante o período imperial, o qual o parlamentar, que reivindica o título de príncipe do Brasil, defende.

A entrevista com Orleans Bragança foi originalmente postada no Twitter do Brasil Paralelo, canal que Eduardo usa para “estudar história” e se qualificar para o posto de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. O canal chama o aspirante a príncipe apenas de “cientista político”, evitando dar as credenciais monárquicas ou o título de deputado federal.

“A nova constituição, ela vai ter três poderes de governo e três poderes de veto. Então, você vai ter os tradicionais três poderes que é o: Executivo, Legislativo e Judiciário, com melhores freios entre eles. E você vai ter três poderes de veto: que é o Chefe de Estado, seria o Poder Moderador; o Conselho de Estado, que vai poder vetar também o Poder Moderador, quando o Poder Moderador não age o Conselho de Estado vai poder agir em algumas circunstâncias; e o sexto e último poder de veto é o povo”, contou o parlamentar ao canal sobre seu projeto de Constituição, que estaria sendo escrito há mais de um ano.

As especulações sobre a construção de uma nova Constituição por parte do governo Bolsonaro já vêm surgindo há um tempo. O vice-presidente general Hamilton Mourão chegou a defender a renovação da Carta Magna sem uma Assembleia Constituinte, alimentando as hipóteses de um processo feito na “surdina”. A postagem de Eduardo faz ressurgir esse debate.

via Revista Fórum

Anúncios