Ministro da Educação, Weintraub escreve duas vezes paralisação com ‘z’ em ofício

30/08/2019 1 Por Redação Urbs Magna
Ministro da Educação, Weintraub escreve duas vezes paralisação com ‘z’ em ofício

O documento alerta que o corte de recursos no orçamento de 2020 previsto para o Ministério é insuficiente até mesmo para compra de livros e pode levar à interrupção das atividades em universidades públicas


Após trocar o escritor Franz Kafka pelo prato árabe kafta e protagonizar uma série de gafes públicas, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu duas vezes a palavra paralisação usando a letra z em ofício endereçado ao ministro da Economia, Paulo Guedes.


CONTINUA APÓS AS IMAGENS


Segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo desta quinta-feira (29), o ofício alerta que o corte de recursos no orçamento de 2020 previsto para o Ministério é insuficiente até mesmo para compra de livros e pode levar à interrupção das atividades em universidades públicas.

“O referencial monetário apresentado ao MEC impossibilita a destinação de menos da metade do orçamento que as universidades e institutos possuem atualmente. Com isso, haverá a paralização (sic) de cursos, campi e possivelmente instituições inteiras, comprometendo a educação superior e a educação profissional e tecnológica (EPT)”, afirma o ministro na página 6.

Outra queixa de Weintraub, é que o corto no orçamento vai afetar diretamente as pesquisas brasileiras.

“Com a redução de bolsistas de mestrado e doutorado, há paralização (sic) de pesquisas e risco de evasão de pesquisadores para atuação no exterior, comprometendo o desenvolvimento da ciência e tecnologia no país”, alerta o ministro na página 4 do ofício, de 15 de agosto deste ano.

via The Intercept Brasil / Folha de São Paulo


SIGA Et Urbs Magna

FacebookTwitterInstagram
Anúncios