Europa Contra Bolsonaro: Tratado UE/Mercosul pode ser submetido a referendo na Suíça

26/08/2019 1 Por Redação Urbs Magna
Europa Contra Bolsonaro: Tratado UE/Mercosul pode ser submetido a referendo na Suíça

Partidos progressistas e ambientalistas articulam para submeter o voto da Suíça sobre o tratado de abertura econômica entre o bloco de países que não são parte da União Europeia e o Mercosul, a um referendo popular


O bloco formado por Liechtenstein, Noruega, Suíça e Islândia, assinou o tratado neste final de semana, em Buenos Aires, Argentina. A questão é que a imagem do Brasil, que lidera o bloco econômico do cone sul, está com a imagem profundamente prejudicada por pronunciamentos, declarações e políticas absurdas do governo Bolsonaro para o meio ambiente.


Continua após o anúncio


Após a assinatura do acordo, agricultores suíços e sindicatos dos países membros europeus questionaram a legitimidade de uma aproximação com o Brasil.

A Suíça tem a imagem de país democrático que submete diversas decisões ao pleito popular, realizando diversas eleições, plebiscitos e referendos. Até o orçamento das cidades costuma ser submetido ao voto popular.

Com as imagens da Amazônia em toda a imprensa internacional, a ideia de uma votação popular sobre o acordo com o Mercosul partiu do Partido Verde, e rapidamente ganhou o apoio de sindicatos, entidades ambientalistas e mesmo de agricultores, que querem encontrar um motivo para frear o acordo.

via A Postagem


SIGA Et Urbs Magna

FacebookTwitterInstagram
Anúncios