‘Estamos tendo uma perda irreparável’, diz pesquisador sobre Amazônia e descaso de Bolsonaro – é um vexame internacional

22/08/2019 1 Por Redação Urbs Magna
‘Estamos tendo uma perda irreparável’, diz pesquisador sobre Amazônia e descaso de Bolsonaro – é um vexame internacional

Na hipótese mais otimista, seriam necessários 20 anos para recuperar as áreas que já foram desmatadas nessa onda de queimadas na Amazônia, provocadas pelo descaso do governo Bolsonaro. É o que diz o pesquisador Jerônimo Sansevero, professor do Departamento de Ciências Ambientais do Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)


Na hipótese mais otimista, seriam necessários 20 anos para recuperar as áreas que já foram desmatadas nessa onda de queimadas na Amazônia, provocadas pelo descaso do governo Bolsonaro. É o que diz o pesquisador Jerônimo Sansevero, professor do Departamento de Ciências Ambientais do Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).


CONTINUA APÓS AS IMAGENS

Clique na imagem e participe do EUM channel, nosso CANAL no aplicativo de mensagens TELEGRAM

Ele diz: “estamos tendo uma perda irreparável. Nunca tivemos uma perda tão alta nas últimas três décadas.”

A reportagem da BBC destaca que “a Amazônia brasileira perdeu mais de uma Alemanha em área de floresta entre 2000 e 2017. São cerca de 400 mil km² a menos de área verde, de acordo com estudo de uma equipe de pesquisadores da Universidade de Oklahoma publicado na revista científica Nature Sustainability. O resultado é mais que o dobro da área de 180 mil km² registrada no mesmo período pelo sistema de monitoramento de desmatamento anual adotado pelo Inpe.”

A matéria ainda informa que “Sansevero explica que a chance de recuperação da área desmatada depende, primeiro, do tamanho do impacto causado na vegetação original. E compara à superação de um trauma para o ser humano. ‘Alguns traumas a gente consegue superar, mas outros têm um impacto tão grande que você não consegue voltar ao que era antes’.”

via BBC / Brasil 247


SIGA Et Urbs Magna

FacebookTwitterInstagram
Anúncios