Lula rejeita culpa e progressão para o regime semiaberto

11/08/2019 2 Por Redação Urbs Magna
Lula rejeita culpa e progressão para o regime semiaberto

O ex-presidente Lula, preso político há quase 500 dias, rejeita a culpa na condenação do caso tríplex e, consequentemente, também não admite a progressão da pena para regime semiaberto ou aberto


O petista informou aos seus advogados que não se submeterá às restrições impostas pela progressão de regime, que prescreve ao apenado o uso de tornozeleira eletrônica, limitação ao direito de ir e vir e cassação dos direitos políticos


O ex-presidente parte para o tudo ou nada ao apostar que o Supremo Tribunal Federal (STF) irá declarar o juiz Sérgio Moro, que o condenou no âmbito da Lava Jato, por sua imparcialidade nos julgamentos e sentenças proferidas.

Atualmente, Moro ocupa o cargo de Ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro (PSL). A situação do ex-juiz é periclitante e mundo da política diz que ele está no bico do corvo, qual seja, ele poderá cair a qualquer momento.

A favor de Lula pesam as mensagens privadas do aplicativo Telegram que estão sendo divulgadas pela série #VazaJato, do Intercept, que comprovam o conluio existente entre Moro e procuradores da força-tarefa de Curitiba.

via Blog do Esmael

SIGA Et Urbs Magna

FacebookTwitterInstagram
Anúncios