“A Lula, que me fez amar o Brasil [que se escreve] com S de Silva”, diz ex-primeiro-ministro de Portugal

05/05/2019 1 Por Redação Urbs Magna
“A Lula, que me fez amar o Brasil [que se escreve] com S de Silva”, diz ex-primeiro-ministro de Portugal

Ex-primeiro-ministro português: “A Lula, que me fez amar o Brasil. O Brasil é com S de Silva”

José Sócrates concedeu entrevista ao portal Migalhas comentando o telefonema feito por Gilmar Mendes a Lula após a morte do seu neto. O relato agora foi transformado em carta, que será entregue a Lula

De Lula.com

Em março, o ex-primeiro-ministro português José Sócrates concedeu uma entrevista ao portal Migalhas, comentando o telefonema feito por Gilmar Mendes a Lula após a morte do seu neto, Arthur Lula da Silva. O relato agora foi transformado em carta, que será entregue ao ex-presidente na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde é mantido preso político. Na dedicatória, José Sócrates escreve: “A Lula, que me fez compreender e amar o Brasil. O Brasil é com S de Silva. Lula da Silva. Saravá”.

Leia o texto na íntegra:

Morreu o neto de Lula e hoje foi o seu enterro. No meio da tragédia e do silêncio, um pequeno acontecimento faz-nos voltar à vida — os jornais reportam um telefonema de condolências de Gilmar Mendes. A violência e a crueldade têm sido tão dominantes que já nos surpreende qualquer gesto de humanidade, qualquer gentileza entre dois homens do mundo da política (julgo que posso dizer assim, apesar de um deles ser juiz). No relato do telefonema, Gilmar apresenta as condolências, ele é também avô, sua mulher e ele estão a rezar por Lula, deseja-lhe força. Lula agradece, começa a chorar e não consegue dizer mais nada. Gilmar chora também. Visto de longe parece apenas um gesto terno, visto de perto talvez o telefonema seja um pouco mais do que isso – mais que um pouco humanidade, o que já de si seria muito nestes tempos sombrios.

via Revista Fórum

Anúncios