Pressão para impedir a CPI da Lava Toga – Os telefonemas de Toffoli e Gilmar

6 06-03:00 abril 06-03:00 2019 2 Por Redação Urbs Magna
Pressão para impedir a CPI da Lava Toga – Os telefonemas de Toffoli e Gilmar

Alessandro Vieira contou que todos os senadores receberam telefonemas para enterrar a CPI da Lava Toga.

De quem?

“Do Toffoli, do Gilmar. Um senador me disse que outro ministro também ligou.

E os argumentos contra a CPI foram se amoldando.

Primeiro, que não podia ter CPI porque juridicamente não era possível.

Depois, foram mudando para a história de uma crise institucional que poderia parar o país.

Em alguns casos, a movimentação era triangular.

Ministros do Supremo pediam a outras pessoas para pressionarem.

Em vez de o ministro ligar diretamente, ele pedia para alguém que tinha influência sobre o senador ligar.

O empresário Benjamin Steinbruch, por exemplo, ligou para o Cid Gomes.

Duas senadoras do PSL, Soraya (Thronicke) e Selma (Arruda), foram muito pressionadas pelo Flávio Bolsonaro.

Ele não assinou a CPI.

Primeiro, disse que não assinava para não comprometer o pai.

E depois passou abertamente a defender que não tivesse CPI para não gerar uma crise institucional.”

A entrevista completa pode ser lida aqui.

Anúncios