O polêmico e linguarudo Ministro da Educação de Bolsonaro se retrata com a mãe de Cazuza e diz que mídia “tenta enganar a população”

06/02/2019 0 Por Redação Urbs Magna
O polêmico e linguarudo Ministro da Educação de Bolsonaro se retrata com a mãe de Cazuza e diz que mídia “tenta enganar a população”

O ministro da Educação, Ricardo Vélez-Rodriguez, que atribuiu uma frase do programa humorístico Casseta & Planeta ao cantor Cazuza, morto em 1999, disse nesta terça-feira (5) em sua conta no Twitter que ligou para a mãe do artista para desfazer o equívoco.

“Liguei para Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, para desfazer o equívoco de uma resposta que dei atribuindo a ele frase de um programa humorístico. A conversa foi tocante e combinamos uma visita a ela quando eu for ao Rio”, tuitou, complementando que “o amor do coração de uma mãe por seu filho é algo valoroso”.

Liguei para Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, para desfazer o equívoco de uma resposta que dei atribuindo a ele frase de um programa humorístico. A conversa foi tocante e combinamos uma visita a ela quando eu for ao Rio. O amor do coração de uma mãe por seu filho é algo valoroso.

— Ricardo Vélez (@ricardovelez) 5 de fevereiro de 2019

pic.twitter.com/3umge2vAQs

— Ricardo Vélez (@ricardovelez) 5 de fevereiro de 2019

Em entrevista à Veja, Vélez-Rodriguez disse que Cazuza “pregava que liberdade é passar a mão no guarda”. A frase dita pelo ministro, na verdade – que na versão original incluía a palavra “bunda” — foi feita pela turma do humorístico “Casseta & Planeta” nos anos 1980.

Em carta, Lucinha disse que considera “inadmissível uma pessoa, ocupando o cargo que ocupa, não ter a preocupação de, sem compromisso com a verdade, citar uma pessoa pública” e pediu retratação pública do ministro.

Depois de publicar a retratação, o ministro voltou ao Twitter para atacar a mídia, dizendo que “segue com manobras de esquivar-se dos fatos, descontextualizando minhas declarações e tentando enganar a população”. “Até mesmo equívoco simples e bobo, como uma citação errônea, transforma-se em ato político”, tuitou.

Et Urbs Magna via Revista Fórum / Twitter

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00

Anúncios