Deputados do PT estão recebendo AMEAÇAS DE MORTE por exibirem placas com pedidos de “LULA LIVRE”

8 08-03:00 janeiro 08-03:00 2019 2 Por Redação Urbs Magna
Deputados do PT estão recebendo AMEAÇAS DE MORTE por exibirem placas com pedidos de “LULA LIVRE”

O deputado federal eleito Rogério Correia (PT-MG) e a deputada estadual eleita Beatriz Cerqueira (PT-MG) denunciaram que estão recebendo ameaças de morte. Eles sofreram represálias durante a diplomação por exibirem placas com os dizeres #Lulalivre.

O deputado federal eleito Rogério Correia (PT-MG) e a deputada estadual eleita Beatriz Cerqueira (PT-MG) denunciaram nesta segunda-feira (7) que estão recebendo ameaças de morte. Correia, que foi agredido durante a diplomação por exibir uma placa com os dizeres #Lulalivre, chegou a receber chamadas telefônicas com ameaça de morte. O deputado fez boletim de ocorrência e a Polícia Civil está investigando.

Beatriz Cerqueira mostrou, em seu perfil no Facebook, uma ameaça explícita citando ela e Rogério Correia, feita por um usuário que usa o nome de “Zé de Arifofeia”.

Beatriz Cerqueira
na sexta

O ódio que surgiu nas urnas, ficou. Não foi embora com o período eleitoral. Tudo o que é progressista virou alvo. Desde a cerimonialista que acredita ter o direito de impor sua visão de mundo a ameaças como a que passei a receber. Neste “novo tempo” as pessoas se sentem legitimadas para agredirem e ameaçarem. Quem ameaça se torna responsável pela vida de quem está ameaçando.
Vou divulgar as ameaças e tomar as medidas adequadas à cada situação. Não naturalizo nenhuma violência!

Ze de Arifofeia – @AlexandreDuar.6d

@RogerioCorreia – Desejo que você e a @BiaCerqueira –  sejam (atropelados) vocês são os FASCISTAS… Seus fascistas!!! Vergonhoso… Mentirosos. Canalhas!

A deputada estadual eleita, que é dirigente do Sind-UTE e presidenta da CUT-MG, ressalta que as ofensas são um reflexo do ódio que surgiu nas urnas, nas últimas eleições. “Ele não foi embora com o período eleitoral”, afirma Beatriz.

“Vou divulgar as ameaças e tomar as medidas adequadas a cada situação”, diz a deputada, a mulher mais votada nas últimas eleições para ALMG. “Não naturalizo nenhuma violência”, reforçou.

Para Rogério Correia, a resposta aos ataques será na prática, com os mandatos dos dois parlamentares fazendo a defesa intransigente da educação pública. “O objetivo dos agressores é enfraquecer as representações dos trabalhadores em Minas e no Brasil, com destaque para a tentativa de abater o Sind-UTE, o que seria péssimo para a luta dos trabalhadores da educação em Minas Gerais”, diz o deputado federal eleito pelo PT.

Et Urbs Magna via A Postagem/Fórum

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 𝟏𝟎 / 𝐔𝐒𝐃 $ 𝟏𝟎𝟎 / 𝐔𝐒𝐃 $ 𝟏.𝟎𝟎𝟎 / 𝐔𝐒𝐃 $ 𝟏𝟎.𝟎𝟎𝟎

$10.00

Anúncios