REQUIÃO, NO PARANÁ, E DILMA, EM MINAS, PERDEM VAGA PARA O SENADO

7 de outubro de 2018 0 Por Redação Urbs Magna
REQUIÃO, NO PARANÁ, E DILMA, EM MINAS, PERDEM VAGA PARA O SENADO

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp totalmente GRÁTIS. Salve nosso número em seus contatos, clique na imagem abaixo e seu ‘ZAP’ será aberto bastando pressionar o botão ENVIAR e prontamente adicionaremos você em nossa lista.

RECEIVE UPDATES WHATSAPP IN ENGLISH


Et Urbs Magna, 08 de outubro de 2018, 00:52 GMT


Líder em todas as pesquisas, Dilma em Minas e Requião no Paraná perdem eleição para Senado

A ex-presidente, bem como o ex-governador do Paraná, apareciam em primeiro lugar nas pesquisas mas foram surpreendidos no próprio dia da eleição


A ex-presidenta Dilma Rousseff não conseguiu se eleger para uma vaga no Senado em Minas Gerais. Após ter liderado todas as pesquisas, a petista ocupou apenas a quarta colocação, com 15,06% dos votos.

Os candidatos que ocuparam as duas vagas mineiras no Senado são Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PHS), com pouco mais de 20% cada um.

Dinis Pinheiro (Solidariedade) foi o terceiro colocado. Dilma sofreu um impeachment em 2016 e apostava nas eleições ao Senado para voltar ao cenário político. Apesar de mineira de nascimento, a ex-presidente passa a maior parte do tempo no Rio Grande do Sul.

No Paraná, Roberto Requião também liderava com vantagem a corrida ao Senado, mas Oriovisto Guimarães (Podemos) assumiu a liderança e Flávio Arns (Rede) chegou em segundo lugar.

Requião atribui a derrota ao efeito Bolsonaro e ao duro ataque de infâmias e calunias nas redes nos íltimos dias? “Minha posição nacionalista não muda um milimetro, mas respeito a decisão do voto”, afirmou o senador.


YouTube-icon-our_iconSubscreva Et Urbs Magna no Youtube  VÍDEO RELACIONADO 


YouTube-icon-our_iconSubscreva Et Urbs Magna no Youtube  VÍDEO RELACIONADO 

 

Anúncios