JUSTIÇA DETERMINA RETIRADA DE FAKE NEWS SOBRE HADDAD QUE FALAVA DE DECISÃO DO GÊNERO

BRASIL ELEIÇÕES 2018 JUSTIÇA Lula POLÍTICA PT Violência

Et Urbs Magna, 26 de setembro de 2018, 10:43 GMT


TSE ordena que fake news sobre Fernando Haddad seja retirada do ar

 Nesta terça-feira (25/09), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ordenou que notícia falsa e maliciosa contra Fernando Haddad (PT), candidato à presidência pela coligação “O Povo Feliz de Novo”, seja retirada do ar, no Facebook, nas próximas 48 horas.


whatsapp  Receba nossas atualizações no WhatsApp


O boato publicado pela página Cacilda imputava a Haddad a seguinte fala, flagrantemente falsa: “Ao completar 5 anos de idade, a criança passa a ser propriedade do Estado! Cabe a nós decidir se menino será menina e vice-versa! Aos pais cabe acatar nossa decisão respeitosamente! Sabemos o que é melhor para as crianças!”.

Segundo a liminar, “comentários dessa natureza geram desinformação no período eleitoral e têm a potencialidade de atingir o candidato em sua imagem, bem jurídico constitucionalmente protegido no contexto da liberdade de expressão”.

A decisão do TSE determina não apenas que a falsa postagem seja retirada do ar,em caráter imediato e liminar, mas também que o Facebook informe a identidade dos responsáveis pela postagem, para prosseguimento das medidas jurídicas cabíveis.

Campanhas mentirosas, feitas com notícias falsas e terror, precisam ser denunciadas e combatidas. Somente com o debate real de ideias e propostas a democracia poderá ser refundada no Brasil.


YouTube-icon-our_icon  Subscreva Et Urbs Magna no Youtube

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.