ELEITORES SABEM QUE HADDAD É LULA E CONSCIÊNCIA CRESCE À MEDIDA EM QUE O PETISTA AVANÇA NAS PESQUISAS

Et Urbs Magna, 21 de setembro de 2018, 03:35GMT



Do Folha de São Paulo – Desde que Fernando Haddad foi oficializado candidato do PT, no último dia 11, a parcela dos eleitores que dizem conhecê-lo subiu de 65% para 74%, e dos que sabem que ele é o nome apoiado pelo ex-presidente Lula cresceu de 39% para 64%.

Os números são da última pesquisa Datafolha, feita entre os dias 18 e 19, com 8.601 pessoas em 323 municípios, e divulgada nesta quinta-feira (20). O levantamento, encomendado pela Folha e a pela TV Globo, tem margem de erro de dois pontos e nível de confiança de 95%.

Haddad, no entanto, ainda é menos conhecido que os outros quatro candidatos mais bem posicionados na disputa. Segundo a última pesquisa, 91% dizem conhecer Marina Silva (Rede), enquanto 87% afirmam saber quem é Geraldo Alckmin (PSDB) e 86%, Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT).

Na pesquisa divulgada nesta quinta, Bolsonaro lidera as intenções de voto, com 28%, seguido de Haddad, com 16%, e Ciro, 13%.

O fato de ainda não ser conhecido por um quarto dos eleitores, no entanto, pode ser positivo para Haddad, representando um espaço onde o petista ainda pode crescer na reta final do primeiro turno, em 7 de outubro.

Entre eleitores indecisos, por exemplo, Haddad é o candidato menos conhecido dos cinco mais bem colocados nas pesquisas —44% não sabem quem o petista é.

Ciro, seu principal concorrente entre o eleitorado de esquerda, só não é conhecido por 18% dos indecisos.

A parcela dos eleitores que declaram que seu voto poderia ser influenciado por um apoio do ex-presidente Lula permaneceu praticamente inalterada no último mês. Hoje, 50% dizem que não votariam em um candidato ungido pelo petista, enquanto 33% o fariam com certeza e 16% talvez optassem por essa opção.

O Nordeste é a única região em que mais da metade dos eleitores (53%) diz que o apoio seria certamente determinante na sua escolha.

Entre os indecisos, 60% dizem que podem votar —sendo que 45% votariam com certeza— em um nome indicado por Lula. No mesmo grupo, no entanto, 68% ainda não sabem quem Lula apoia em 2018.

As faixas etárias e de renda mais influenciadas pelo apoio de Lula também são as que menos sabem que Haddad é o seu nome na disputa.

Entre os eleitores com ensino fundamental, 47% votariam com certeza de acordo com a orientação do ex-presidente, mas 49% não sabem que o ex-prefeito de São Paulo é esse candidato. No grupo com renda mensal menor a dois salários mínimos, os índices são de 45% e 40%, respectivamente.

INTERESSE NA ELEIÇÃO

A pesquisa divulgada nesta quinta também revelou um aumento do interesse dos brasileiros pelas eleições no último mês.

A pouco mais de duas semanas do primeiro turno, 43% dos entrevistados disseram ter grande interesse no pleito, contra 35% em 21 de agosto.

No mesmo período, caiu de 33% para 25% a parcela dos que disseram não ter interesse pelo processo eleitoral.

Homens, eleitores mais velhos e com melhor escolaridade e renda são os mais envolvidos: 70% dos que ganham mais de dez salários mínimos por mês e 64% dos que têm ensino superior, por exemplo, afirmam ter grande interesse.

Os que declaram voto em João Amoêdo (Novo) são os que mais se dizem interessados nas eleições (62%), seguidos dos eleitores de Bolsonaro e Guilherme Boulos. do PSOL. Marina é última nessa lista: apenas 24% dos seus eleitores afirmam ter grande interesse no pleito.


YouTube-icon-our_icon  Subscreva Et Urbs Magna no Youtube ASSISTA AO DEBATE ENTRE PRESIDENCIÁVEIS AO VIVO NA TV APARECIDA NA NOITE DE QUINTA (20)


Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.