ANTIBOLSONARISMO SUPERA ANTIPETISMO E HADDAD ATRAI VOTOS DE TODOS OS CANDIDATOS, DESDE JÁ

BRASIL ELEIÇÕES 2018 POLÍTICA PT TV Vídeos

Et Urbs Magna, 21 de setembro de 2018, 04:20GMT



Do Brasil 247 – A pesquisa Datafolha tem mais semelhanças que diferenças em relação ao Ibope. No Datafolha, a 20 de agosto, Bolsonaro estava em primeiro, empatado com nulos e brancos (22%). No Ibope, nesse dia Bolsonaro tinha 20% e brancos e nulos estava em primeiro, com 29%. Haddad tinha 4% nas duas pesquisas, era o sétimo. Ciro tinha 10% no Datafolha e 9% no Ibope. Marina tinha 16% no Datafolha e 7% no Ibope. Alckmin tinha 9% no Datafolha e 7% no Ibope. “Não sabe” tinha 6% no Datafolha e 12% no Ibope.

Há divergências, portanto, em relação a nulos e brancos, “não sabe” e Marina.

No Datafolha de ontem, tal como no Ibope de anteontem, Bolsonaro continua em primeiro, com 28%. Brancos e nulos caíram para 12% no Datafolha e 14% no Ibope. Haddad foi para 16% no Datafolha e 19% no Ibope. Ciro tem 13% no Datafolha e 11% no Ibope. Marina tem 7% no Datafolha e 6% no Ibope. Alckmin tem 9% no Datafolha e 7% no Ibope. “Não sabe” tem 5% no Datafolha e 7% no Ibope.

O dado mais importante numa pesquisa são as curvas de ascensão ou queda. As curvas de Bolsonaro e Haddad são ascendentes, mas o crescimento do petista é muito mais rápido: nesse período Bolsonaro cresceu 6 pontos no Datafolha e 8 no Ibope, enquanto Haddad cresceu 12 no Datafolha e 15 no Ibope. Nas duas pesquisas, Haddad cresceu o dobro de Bolsonaro.

Tal como mostrava o Ibope, o Datafolha também mostra que Haddad cresceu tirando de “nulos e brancos” e “não sabe”, mas o Datafolha revela que ele também tirou muito de Marina. Não tirou nada de Ciro, nas duas pesquisas. Bolsonaro também cresceu nesses quesitos, sem afetar Alckmin.

Somente Haddad e Bolsonaro estão em ascensão no Datafolha, tal como no Ibope. Ciro fica praticamente na mesma desde 20 de agosto, sem subir e sem cair: vai de 10% a 13% entre 20 de agosto e 10 de setembro e depois mantém essa pontuação no Datafolha; no Ibope começa com 9% e depois fica nos 11%, sem alteração.

Há quem diga que Ciro está tecnicamente empatado com Haddad neste momento, mas Haddad sobe vigorosamente e Ciro parou, o que significa que na próxima pesquisa esse “empate” vai desaparecer.

Marina cai vertiginosamente no Datafolha (de 16% para 7%), enquanto no Ibope começa com 7%, mas o número final é mais ou menos o mesmo: 6%.

Alckmin também não cresce desde 20 de agosto, está com 9% no Datafolha e 7% no Ibope.

O que esses números revelam é que haverá segundo turno entre Haddad e Bolsonaro e o Ibope informa que os eleitores de Ciro, Marina e Alckmin dão mais votos no segundo turno a Haddad (de 50% a 60%) que a Bolsonaro. Até os de Alckmin.

Ou seja, o segundo turno será todos contra Bolsonaro.


YouTube-icon-our_icon  Subscreva Et Urbs Magna no Youtube ASSISTA AO DEBATE ENTRE PRESIDENCIÁVEIS AO VIVO NA TV APARECIDA NA NOITE DE QUINTA (20)


Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.