MBL CHORA NO STF PEDINDO DE VOLTA SUAS PÁGINAS E PERFIS FAKE EXCLUÍDAS DO FACEBOOK E MINISTROS NEGAM

Supremo Tribunal Federal nega tentativa do MBL de reaver páginas e perfis no Facebook

Todo o material do grupo, bem como o acesso às contas relacionadas, foram censurados e excluidos pela Rede Social por conta das publicações falsas que visavam tumultuar o cenário político e econômico do país


whatsapp  Receba nossas atualizações direto no WhatsApp


Publicado em 28 agosto, 2018 11:25 am

Do DCM – Clari Stycer na Coluna de Lauro Jardim no Globo informa que, em uma decisão monocrática, o ministro Alexandre de Moraes negou uma tentativa do MBL de reaver os seus perfis e páginas apagados do Facebook. Na ação, o MBL procurava impedir que redes sociais possam alterar ou apagar usuários e páginas sem aviso prévio ou processo judicial. Se o STF concordasse com os argumentos, o Facebook teria que reativar o conteúdo removido.

De acordo com a publicação, em sua decisão, Moraes classificou o processo como “incabível”. O ministro entendeu que não há necessidade de regular a remoção de conteúdos para assegurar os direitos constitucionais de nacionalidade, soberania e cidadania em questão.

Em25 de julho, o Facebook removeu 196 páginas e 87 perfis associadas à criação e ao gerenciamento de contas falsas e propagadores de fake news. Entre os afetados estão líderes do MBL nacional, completa o Jornal O Globo.


LOGO FOOTER ET URBS MAGNA

NAS REDES SOCIAIS


whatsapp  Receba nossas atualizações no WhatsApp
YouTube-icon-our_icon  
Subscreva Et Urbs Magna no Youtube
facebook pages  Curta Et Urbs Magna no Facebook
facebook groups  Grupo no Facebook PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO
twitter icon  Et Urbs Magna no Twitter


 

Anúncios

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.