PSB DECIDE NÃO APOIAR NENHUM CANDIDATO A PRESIDENTE

05/08/2018 1 Por Redação Urbs Magna
PSB DECIDE NÃO APOIAR NENHUM CANDIDATO A PRESIDENTE

Em convenção, PSB decide não dar apoio formal a nenhum candidato na eleição para presidente

Documento aprovado neste domingo (5) abre a possibilidade de diretórios estaduais escolherem a quem apoiar, desde que não seja Bolsonaro. Decisão do PSB ratificou acordo do partido com o PT.


whatsapp  Receba nossas atualizações direto no WhatsApp


Do G1 – PSB decidiu neste domingo (5), em convenção nacional realizada em Brasília, que não irá fazer coligação formal com nenhum outro partido para a eleição presidencial de outubro.

Na prática, isso significa que o PSB não vai repassar sua cota do tempo de TV nem do fundo partidário para nenhum candidato à Presidência da República.

No entanto, o presidente do partido, Carlos Siqueira, afirmou que não haverá neutralidade por parte da sigla.

No documento aprovado pela convenção neste domingo, está prevista a hipótese de diretórios estaduais do partido, ou mesmo integrantes da sigla, de forma individual, apoiarem candidaturas consideradas “progressistas”.

O documento faz uma ressalva nesse ponto. Veta “rigorosamente” qualquer tipo de apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), vista pelo como uma “ameaça à democracia e aos direitos humanos”.

“Isso [a resolução] não significa neutralidade, porque neutralidade não existe nem nas pessoas e muito menos ainda nos partidos. E seria um absurdo que ficássemos neutros diante de um cenário político eleitoral completamente atípico”, afirmou Siqueira.

A votação foi simbólica, sem a contagem de votos. Havia uma segunda proposta em discussão, que era apoiar o candidato do PDT, Ciro Gomes, mas acabou derrotada.

O documento aprovado neste domingo expressa que o partido irá concentrar esforços na eleição de bancadas parlamentares e de governadores de estado, “para fortalecer a perspectiva da construção de um projeto socialista democrático, moderno e criativo para o Brasil”.

Acordo com o PT e racha interno

A decisão do PSB ratifica um acordo fechado com o PT na última semana. Os dois partidos concordaram que o PSB não apoiaria nenhuma candidatura à Presidência, já que vinha negociando com a chapa encabeçada por Ciro Gomes (PDT). Em troca, o PT apoiaria candidatos do PSB aos governos de Amazonas, Amapá, Paraíba e Pernambuco.

O principal ponto de interesse do PSB era que o PT, em Pernambuco, retirasse a candidatura da vereadora Marília Arraes para o governo. No estado, o PSB tentará reeleger Paulo Câmara.

No entanto, o acordo gerou um racha interno no PSB. Em Minas Gerais, por exemplo, a cúpula do partido decidiu não ter candidato próprio a fim de beneficiar a candidatura à reeleição do atual governador petista Fernando Pimentel.

Uma ala do PSB defende a candidatura de Márcio Lacerda ao governo mineiro. O nome dele foi confirmado na convenção do diretório regional, realizada no sábado (4) em Belo Horizonte. A convenção teve tumulto e precisou da presença da polícia militar.

Apesar da aprovação, a direção nacional do PSB não reconheceu o resultado da reunião. A direção alega que a reunião foi conduzida por uma comissão dissolvida na véspera por decisão da Executiva Nacional.

PSB no DF vai apoiar Ciro

Na convenção do PSB, a executiva do partido no Distrito Federal, liderada pelo governador Rodrigo Rollemberg, anunciou que vai apoiar Ciro Gomes à Presidência. Rollemberg é candidato à reeleição no governo distrital.

“O Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal reitera o seu apoio à candidatura de Ciro Gomes para a presidência do Brasil, pelo partido irmão, o PDT”, informou a executiva distrital do PSB em nota. “Com Ciro presidente e Rollemberg governador da capital da República, certamente o Brasil encontrará o caminho da paz social e da prosperidade”, concluiu.


LOGO FOOTER ET URBS MAGNA

NAS REDES SOCIAIS


whatsapp  Receba nossas atualizações no WhatsApp
YouTube-icon-our_icon  
Subscreva Et Urbs Magna no Youtube
facebook pages  Curta Et Urbs Magna no Facebook
facebook groups  Grupo no Facebook PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO
twitter icon  Et Urbs Magna no Twitter


 

Anúncios